Direto ao Ponto

Arnaldo Filho

redacao@afnoticias.com.br

Propaganda eleitoral

Na reta final, Márlon aposta no 'tudo ou nada' e bate duro em Carlesse e Amastha

O ex-juiz atacou a 'estabilidade' defendida pelo governador e não poupou críticas a Carlesse e Amastha.

Por Redação 728
Comentários (0)

26/09/2018 14h48 - Atualizado há 3 anos
Márlon Reis durante propaganda eleitoral

O candidato Márlon Reis (Rede) atacou de maneira ferrenha os seus dois principais adversários na disputa ao Governo do Tocantins, Mauro Carlesse (PHS) e Carlos Amastha (PSB).

Faltando dez dias para as eleições, o ex-juiz e advogado aparece em 3º lugar na corrida ao Palácio Araguaia e partiu para o "tudo ou nada".

No programa eleitoral veiculado nesta quarta-feira (26), Márlon Reis lembrou que Amastha foi indiciado pela Polícia Federal por corrupção passiva e associação criminosa, citou a prisão de Carlesse por não pagar pensão alimentícia quando era deputado estadual e atacou as pesquisas que, segundo ele, estariam sendo manipuladas. 

O idealizador da Lei da Ficha Limpa também criticou a ‘estabilidade’ pregada pelo atual governador.

"Que estabilidade é essa que estão vendendo por aí? Estabilidade de votar em um governador que pode ser cassado a qualquer momento? Que responde a processos na justiça eleitoral e que também há ação penal contra ele? Ou estabilidade de votar num ex-prefeito investigado pela Polícia Civil, pela Polícia Federal, envolvido em escândalos? Estabilidade não é nada disso!”, questionou.

Por fim, Márlon Reis disse que "estabilidade é votar em quem tem ficha lima e que não tem riscos de ser cassado". Em tom de quase despedida, Reis ainda alfinetou os 'fichas sujas' e pediu voto para os 'fichas limpas'.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.