Arnaldo Filho

Blog AF

redacao@afnoticias.com.br

QI

Sem fazer concurso, Assembleia nomeia assessores 'a perder de vista' no Tocantins

São no mínimo 1.560 assessores nomeados sem nenhum critério.

Por Arnaldo Filho 3.785
Comentários (0)

19/02/2019 10h03 - Atualizado há 3 meses
Assembleia Legislativa

Enquanto não há previsão de concurso público e nem cumprimento da decisão judicial que mandou reduzir a quantidade de cargos comissionados, a Assembleia Legislativa do Tocantins (AL-TO) faz nomeações 'a perder de vista', seguindo as práticas já conhecidas no Estado.

Nesta segunda-feira (18), numa única canetada, foram nomeados cerca de 130 assessores para os gabinetes de deputados, nas comissões e em cargos administrativos da AL, tudo no famoso critério do 'QI'. Essa farra fez com que a Assembleia extrapolasse o limite de gastos com pessoal no primeiro quadrimestre de 2018.

Além disso, é impossível ter espaço para tanta gente nos corredores da Assembleia, daí surgem os 'fantasmas' que dilapidam o patrimônio público e, às vezes, até devolvem parte dos seus salários para o 'cofrinho do esquema', como já revelaram as investigações da Polícia Civil.

Cada deputado estadual pode nomear até 50 assessores, mas se pertencer ao clã da Mesa Diretora ainda terá mais cargos para indicar. Numa conta simples, são no mínimo 1.200 assessores nomeados sem nenhum critério: são ex-prefeitos, ex-vereadores e seus respectivos parentes, aliados políticos e etc.

Mas os deputados não se contentam só com esses (poucos) cargos! Por isso, mesmo após a reforma administrativa, o Governo do Estado mantém mais de 12 mil cargos para servidores temporários, além de outros milhares para comissionados. Antes da reforma eram 24 mil cargos! Por isso, também, que o último concurso da educação, onde há o maior número de temporários, foi realizado em 2009, ou seja, há 10 anos.

Assim funciona a máquina pública no Brasil, na barganha e troca de favores entre nossos representantes! Enquanto eles se deliciam com uma mesa farta de benesses, o povo paga os impostos para manter suas mordomias.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.