Feminicídio

Promotor pede prisão preventiva de homem suspeito de matar ex-mulher em Araguaína

Mulher foi encontrada morta em cima da cama da própria residência.

Por Redação
Comentários (0)

27/02/2021 09h57 - Atualizado há 1 mês
Elizania dos Santos Rodrigues

O Ministério Público do Tocantins requereu, nesta sexta-feira (26), que a justiça decrete a prisão preventiva do ex-marido suspeito de matar a moradora de Araguaína Elizania dos Santos Rodrigues, de 41 anos. O crime ocorreu na última quarta-feira (24/02).

A prisão preventiva não tem prazo de duração fixado em lei e pode se estender pelo tempo julgado necessário.

No pedido, o promotor de justiça Guilherme Cintra Deleuse destacou a gravidade do crime cometido, o modus operandi e a tentativa dissimulada do ex-marido para escapar da culpa.

O suspeito do crime é Wilton Rodrigues Rosa, de 54 anos. Ele disse que encontrou a casa aberta e sua ex-mulher esfaqueada em cima da cama. Testemunhas, no entanto, relataram que o homem estava separado da vítima há 3 meses e não aceitava o fim do relacionamento.

Wilton Rodrigues ainda disse que ligou várias vezes para a polícia, mas não apresentou o celular com o registro das ligações. A Polícia Militar compareceu ao local após ser acionada por familiares de Elizania.

Uma faca suja de sangue possivelmente usada no crime foi encontrada no quintal da residência. A Polícia Civil está conduzindo as investigações.

O relacionamento do casal durou cerca de 20 anos e terminou de forma trágica.

VEJA MAIS

+ Mulher é encontrada morta em cima da cama da própria casa em Araguaína; ex-marido é preso

+ Casal teve relacionamento que durou 20 anos e terminou de forma trágica em Araguaína

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.