Operação

Denarc e Gaeco fecham ponto de distribuição de drogas em Palmas e prendem mulheres

Ação mirou duas casas onde as drogas eram armazenadas e vendidas.

Por Redação
Comentários (0)

14/10/2020 10h55 - Atualizado há 6 dias
Drogas e outros itens apreendidos

Duas mulheres foram presas e um adolescente aprendido durante uma operação de combate ao tráfico de drogas em duas residências localizadas na região sul de Palmas, na noite desta terça-feira (13).

A ação também resultou na apreensão de 2,5 kg de maconha, 1,5 kg de cocaína de alta pureza, 25 munições de diversos calibres e carregador de arma, bem como insumos para produção e fracionamento de narcóticos.

No ponto, localizado no setor Jardim Vitória, foram presas duas mulheres, responsáveis pelo armazenamento e pelo gerenciamento da distribuição dos entorpecentes.

Um das mulheres é mãe de um traficante investigado pelo Gaeco. Há indício de que o grupo desarticulado possui ligação com uma organização criminosa. 

O delegado Enio Wálcacer de Oliveira Filho contou que o monitoramento do local confirmou as informações de como funcionava a organização do tráfico, os envolvidos e confirmou o intenso fluxo de movimento de usuários e traficantes entre os imóveis.

Ainda conforme Enio Wálcacer, uma das casas estava sendo utilizada para estocagem de drogas em maior quantidade e a outra para fracionamento e entrega para usuários, visando evitar possível ação policial.

Parceria

A operação é resultado de uma parceria entre a 1ª Divisão Especializada de Repressão a Narcóticos (1ª Denarc) de Palmas e o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Tocantins (MPTO).

O delegado informou que a parceria vem trazendo resultados efetivos na solução de crimes de tráfico de drogas vinculados a organizações criminosas e na identificação de lideranças do narcotráfico em Palmas e no Tocantins.

As operações cruzadas entre a Denarc e Gaeco que redundaram na parceria foram as operações Hidra de Lerna da Denarc, que visa o combate ao tráfico de drogas e associação para o tráfico, e a operação Collapsus, do Gaeco, que investiga o crime organizado no Tocantins.

Adolescente solto

As mulheres foram autuadas em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e o adolescente foi liberado mediante termo de compromisso de seu responsável legal após o lavramento do Boletim de Ocorrência Circunstanciado.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.