Polêmica

'É uma vergonha', dispara Janad sobre decretos e falta de hospital municipal em Palmas

A parlamentar criticou o excesso de decretos publicados pelo município.

Por Conteúdo AF Notícias 1.424
Comentários (0)

23/02/2021 13h15 - Atualizado há 1 semana
A parlamentar afirmou que é uma vergonha uma capital não ter um hospital municipal

A vereadora e presidente da Câmara Municipal de Palmas, Janad Valcari (Podemos), criticou duramente a gestão da prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) ao discursar na tribuna da Casa de Leis na manhã desta terça-feira (22).

Após propor a suspensão das atividades presenciais na Câmara, devido ao avanço da pandemia, Janad criticou a postura de Cinthia na condução das ações para conter o avanço da doença em Palmas.

"Preocupo com vidas, é por isso que precisamos de mais leitos de UTI. Preocupo-me com vidas, é por isso que precisamos de um hospital de campanha. Cheguei em Palmas no ano de 1992 e sempre ouço falar: vamos ter um hospital municipal. Esse hospital nunca sai! É uma vergonha, uma Capital não ter um hospital municipal. A cidade de Peixe possui um hospital municipal, Miranorte, Colinas, Araguaína, Axixá, Almas, Dueré, todas tem hospital municipal. Cadê o hospital municipal de Palmas? Só ouço promessas, só ouço promessas e recursos chegando", disparou a vereadora.

A presidente da Casa continuou os questionamentos, dessa vez em relação ao excesso de decretos editados pela prefeita durante a pandemia.

"Existem muitos pequenos empresários, músicos, artesãos que estão sofrendo, inclusive pelos decretos dos fechamentos. Muitos estão sofrendo com a depressão por não ter condições de pagar suas contas. Não temos empregos, remédios nas Upas. Os decretos do poder executivo estão sendo baseados apenas na quantidade de casos de covid e a quantidade de leitos que estão ocupados. Mas esses decretos não comprovam em nenhum momento que esse vírus é boêmio. Até onde eu sei, não tem dia, nem tem hora e nem local para se contaminar", criticou.

Janad reforçou que se preocupa, sim, com vidas, mas defende outras medidas para impactar menos o comércio, como o rodízio de funcionamento.

“Não é de lucro que estamos falando. Estamos falando, sim, de abrir o comércio para colocar comida dentro de casa. Por que não se usa esse critério de fazer o rodízio? É um momento de estudar e eu me coloco a disposição para participar desse conselho", finalizou.

'NEM 1 LEITO DE UTI'

O fato de a Prefeitura de Palmas não ter implantando um único leito de UTI durante toda a pandemia do coronavírus tem gerado muitas críticas à gestão de Cinthia Ribeiro, pois a Capital já recebeu mais de R$ 20 milhões do Governo Federal.

Nessa segunda-feira (22), o próprio governador Mauro Carlesse falou em "falta de compromisso, colaboração e de entendimento" por parte da prefeita e disse que ainda está em tempo de implantar os leitos de UTI.

VEJA TAMBÉM

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.