Revolta

'Falta de respeito', diz mãe após peregrinar por vacina nos postos de saúde em Araguaína

Revoltada com a situação, ela reclamou na Ouvidoria Municipal da Saúde.

Por Raimunda Costa 581
Comentários (0)

07/02/2019 14h35 - Atualizado há 1 semana
Faltam vacinas nos postos de saúde de Araguaína

Larissa Cristina Oliveira Maranhão, mãe de uma bebê de um ano e dois meses, denunciou ao AF Notícias que está faltando vacina contra meningite tipo C em todos os postos de saúde de Araguaína.

"Há três semanas que eu tento vacinar a minha filha contra meningite tipo C e não consigo. Os funcionários só diziam que o número de doses diárias não atende à demanda de quem procura", informou.

Nessa quarta-feira (6), Larissa chegou em uma das unidades de saúde por volta das 13h e mais uma vez foi informada que as doses da vacina havia acabado.

"Deixei minha funcionária lá para pegar uma senha pra mim. 12 pessoas já aguardavam na fila. Quando chegou a vez dela eles avisaram que as doses já tinham acabado. É uma falta de respeito com a gente. É inadmissível buscar pela saúde nesse Estado e ouvir um não", criticou.

Contudo, quando estava deixando o posto, Larissa contou que foi chamada por um funcionário que disse que tinha conseguido mais uma dose. "Não sei como conseguiram, mas vacinei a minha filha ontem depois de muita busca", contou.

Revoltada com a situação, ela reclamou na Ouvidoria Municipal da Saúde. "Apesar das dificuldades, sempre fui bem atendida pelos funcionários. A deficiência está no número de doses disponibilizadas pelo município”, contou Larissa.

A doença

A meningite C é um tipo de meningite bacteriana caracterizada pela inflamação das meninges e que pode deixar sequelas ou levar à morte se o tratamento não for iniciado prontamente.

O que diz a prefeitura

"A Prefeitura de Araguaína informa que a responsabilidade sobre a distribuição de vacinas para os municípios é do Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde.

Informa ainda que a demanda do município é de 1.200 doses mensais contra a Meningite, entretanto, foram recebidas 400 doses em janeiro e mais 700 doses em fevereiro. Estas são distribuídas às unidades básicas de saúde todas as quartas-feiras".

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.