De Araguaçu

Família de tocantinense que morreu na Colômbia pede ajuda para trazer corpo ao Brasil

Admilson Pereira sofreu um infarto no dia 29 de janeiro, em Medellín.

Por Joselita Matos | Conteúdo AF Notícias 2.214
Comentários (0)

07/02/2022 16h07 - Atualizado há 2 anos
Admilson morreu em Medellin, na Colômbia, dia 29 de janeiro.

A família do tocantinense Admilson Pereira dos Santos, de 45 anos, está angustiada em busca de ajuda para fazer o traslado do seu corpo da Colômbia até Araguaçu, no sul do estado. Ele estava na cidade de Medellín, onde sofreu um infarto e faleceu no dia 29 de janeiro.

Segundo a família, Admilson havia chegado na cidade colombiana no dia anterior, apenas a passeio, e passou mal na manhã do dia seguinte e faleceu no hospital.

Quando soube da notícia, a família procurou informações e ajuda do poder público para trazer o corpo ao Tocantins, porém, até o presente momento, não houve nenhuma resposta positiva ou pelo menos previsão de quando isso possa ocorrer. "A questão da documentação já está concluída; nós aqui da familia já organizamos tudo, só falta mesmo o dinheiro para o traslado", explicou a irmã para o AF Notícias.

Muito angustiada, a irmã de Admilson, Lindiane Santos gravou um vídeo pedindo ajuda aos tocantinenses para conseguir os recursos necessários para pagar o traslado, a fim de que seu irmão seja sepultado dignamente na cidade onde nasceu. 

Meu nome é Lindiane e agora no dia 29 de janeiro passado, nós tivemos a dolorosa notícia que nosso irmão tinha falecido. Ele tava em Medellín, na Colômbia e desde então a gente está reunindo esforços e todos os meios para poder trazer o corpo para ser sepultado em Araguaçu (TO)”, explicou no vídeo. 

Nós procuramos o poder público, mas devido à burocracia, não tem nem previsão para poder ser resolvido. Então, não temos condições financeiras para bancar esse traslado do corpo, de Medellín até Araguaçu. E por isso estamos aqui, contando com a solidariedade de todos, para poder angariar recursos para poder trazer o corpo e dar um sepultamento digno a ele”, pediu Lindiane no vídeo.

A família teme que Admilson seja sepultado na Colômbia como indigente, distante de todos os amigos e familiares.

VEJA O VÍDEO QUE A IRMàGRAVOU PEDINDO AJUDA:

Vídeo

Caso queira ajudar, os dados bancários estão aqui:

Agência: 1304-8 Conta Poupança: 12.539-3 / BANCO DO BRASIL

Em nome de: LINDIANE P. BEZERRA

Chave PIX: 63 98118 - 5678

Contato de Lindiane, irmã de Admilson Pereira dos Santos: (63) 98118-5678

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.