Brasil

Prefeituras recebem o maior repasse na história do FPM em fevereiro; receita cresce mais de 55%

Recurso do FPM vem da arrecadação do Imposto de Renda e do IPI.

Por Brasil 61 13.633
Comentários (0)

20/02/2024 08h43 - Atualizado há 2 meses
A parcela de cada município depende do número de habitantes e da renda per capita.

As contas das prefeituras do país recebem nesta terça-feira (20/02), o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) referente ao 2º decêndio do mês de fevereiro. O valor repassado será de R$ 1,8 bilhão (exatos 1.791.367.451,92), já descontada a retenção do Fundeb (Educação). Em valores brutos, incluindo o Fundeb, o montante é de R$ 2.239.209.314,90.

De acordo com os dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), o 2º decêndio de fevereiro de 2024, comparado com mesmo decêndio do ano anterior, apresentou um crescimento de 55,28%. O valor do segundo decêndio de fevereiro de 2024 é o maior repasse na história, superando o valor do segundo decêndio de fevereiro de 2023, que até então havia sido o maior.

Considerando o ano de 2024, o volume dos repasses do FPM cresceu, em termos nominais, 10,7% em relação ao mesmo período do ano anterior. Ao se retirar o efeito da inflação do período, é possível observar um crescimento real de 6,39%.

Importante

Mesmo com o elevado crescimento do FPM no início de 2024, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) orienta aos gestores municipais o uso dos repasses com cautela e atenção. É de suma importância neste momento – de crise financeira – que o gestor tenha pleno controle das finanças da prefeitura. A Confederação destaca que seguirá acompanhando de perto a evolução do FPM a fim de garantir a autonomia dos Municípios brasileiros, uma vez que há a expectativa de crescimento moderado do FPM, ao contrário do observado entre 2021 e 2022. O ano de 2024 segue desafiador para a gestão municipal.

O recurso do FPM vem da arrecadação do Imposto de Renda e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). As parcelas mais altas neste repasse vão para os municípios dos estados de São Paulo (R$ 220 mi), Minas Gerais (R$ 219 mi) e Bahia (R$ 143 mi). 

Na lista dos entes bloqueados do Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi), até hoje (20), 55 municípios estão com alguma pendência e podem não receber o repasse na data. No Tocantins, os municípios de Araguatins e Formoso do Araguaia aparecem com bloqueio.

Os valores do FPM são repassados todos os meses, nos dias 10, 20 e 30, e calculados pelo Tribunal de Contas da União (TCU). A parcela de cada município depende do número de habitantes e da renda per capita

Confira no mapa os valores repassados ao seu município

 

Fundo de Participação dos Municípios

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.