Seletivo

Processo seletivo federal oferta mais de 260 vagas temporárias para o Tocantins e outros estados

Voltadas a profissionais com ensino superior, vagas oferecem vencimentos de R$ 6,1 mil

Por Redação 3.391
Comentários (0)

24/06/2024 09h53 - Atualizado há 3 semanas
Ministério da Pesca e Aquicultura, em Brasília.

Notícias do Tocantins - Começam nesta segunda-feira (24/06), a partir do meio-dia, as inscrições para o processo seletivo do Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) destinado a preencher 264 vagas temporárias em cargos de nível superior. O salário é de R$ 6.130. 

Além da sede da pasta, em Brasília, estão em disputa oportunidades para trabalhar nas superintendências de todos os 26 estados e do Distrito Federal. Para o Tocantins foram disponibilizadas duas vagas para Palmas: Engenharia de Pesca e/ Oceanografia/ Oceanologia; e Atividades Técnicas de Complexidades Intelectual (qualquer área de formação). Os contratos poderão durar até cinco anos. 

A maioria das vagas exige graduação em áreas específicas, como Administração, Direito, Economia, Tecnologia da Informação, Biologia, Veterinária, entre outras (veja a distribuição mais abaixo). 

As inscrições ficarão abertas até 24 de julho, às 23h59. Para concorrer, os interessados deverão realizar cadastro pelo site www.idecan.org.br. A taxa de participação custa R$ 62.

O prazo para quem pretende solicitar isenção do pagamento ficará aberto entre 24 e 25 de junho. Beneficiários do CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais) podem requerer gratuidade.

O certame é organizado pelo Idecan (Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional). Em caso de dúvidas, a banca pode ser contatada pelo telefone 0800 878 2696, além do e-mail selecaompa@idecan.org.br

Distribuição das vagas por área de formação

  • Direito (16 postos);
  • Economia (8);
  • Ciências Contábeis (2);
  • Tecnologia da Informação (17);
  • Jornalismo/Comunicação (7);
  • Marketing (1);
  • Design Gráfico (2);
  • Engenharia de Pesca (20);
  • Oceanografia/Oceanologia (20);
  • Biologia (6);
  • Engenharia de Aquicultura (9);
  • Veterinária (7);
  • Zootecnia (6);
  • Estatística (2);
  • Matemática (2);
  • Administração (12);
  • Gestão pública (8);
  • Recursos humanos (7);
  • Serviço social (2);
  • Sociologia (4);
  • engenharia civil (3);
  • arquitetura (1);
  • engenharia de pesca, oceanografia ou oceanologia (27);
  • graduação em qualquer curso (75).

ETAPAS

Marcada para 11 de agosto, das 14h às 18h, em todas as capitais brasileiras, a prova objetiva cobrará a resolução de 70 questões de múltipla escolha abordando conteúdos sobre: língua portuguesa; raciocínio lógico; informática; ética e noções de administração pública e conhecimentos específicos.

Haverá também análise de títulos para os concorrentes aos cargos nas áreas de engenharia de pesca, oceanografia/oceanologia, biologia, engenharia de aquicultura, veterinária e zootecnia.

O período para entrega dos documentos comprobatórios será oportunamente divulgado. Os convocados poderão apresentar certificados e diplomas de especialização, mestrado e doutorado.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.