Eleições 2022

Em Brasília, Bolsonaro recebe Ronaldo Dimas para discutir detalhes de filiação ao PL

Dimas ainda elogiou o trabalho do presidente da República.

Por Conteúdo AF Notícias 806
Comentários (0)

09/03/2022 21h28 - Atualizado há 5 meses
Dimas se encontrou com o presidente nesta quarta-feira (09), e praticamente selou a ida para o PL

O ex-prefeito de Araguaína e pré-candidato ao governo do Tocantins, Ronaldo Dimas, se reuniu nesta quarta-feira (09), com o presidente da República e candidato a reeleição, Jair Bolsonaro, para tratar de sua filiação ao Partido Liberal.

De saída do Podemos, Dimas garante que o grupo segue forte para disputar as eleições em outubro com objetivo de garantir duas das oito vagas no Congresso Nacional e ao menos quatro cadeiras na Assembleia Legislativa.

“Está tudo encaminhado para que a filiação ocorra, faltando pequenos detalhes a serem definidos”, publicou Dimas em suas redes sociais.

Dimas ainda elogiou o trabalho do presidente e destacou ações pontuais do Governo Federal que beneficiaram de maneira direta o Tocantins.

“É importante reconhecer o trabalho do Governo Federal, que tem sido muito importante para o Tocantins, como o auxílio emergencial anteriormente, e agora o Auxilio Brasil, fundamentais para o bom atendimento das pessoas mais carentes que sofreram e ainda sofrem com os efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus”, disse.

“Além disso, contamos com obras estruturantes em execução, como a ponte que liga o Tocantins ao Pará, em Xambioá, e a duplicação da BR-153, além dos grandes investimentos realizados nos municípios através da Bancada Federal, CODEVASF e agora também pelo Programa Calha Norte”, completou.

Palanque Promissor

Adiantado nas articulações para a disputa das eleições em outubro, com a filiação ao PL, Dimas garante de uma vez só, teoricamente e definitivamente, o apoio do presidente e do seu líder no Congresso, o senador Eduardo Gomes (MDB).

Se confirmada a aliança com a deputada federal e pré-candidata ao Senado, professora Dorinha (União Brasil), a candidatura de Dimas ganha musculatura para fazer frente à chapa palaciana que também começa a ser definida.

Caso o MDB se junte a Dimas e não ao PT de Paulo Mourão, as chances de uma disputa acirrada aumentariam ainda mais.

 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.