Covid-19

Araguaína realiza 4.200 consultas de pacientes do grupo de risco por meio da telemedicina

Atendimento remoto é devido à pandemia da covid-19.

Por Redação
Comentários (0)

30/05/2020 10h12 - Atualizado há 1 mês
Atendimento através da internet

Com a suspensão das consultas presenciais no Ambulatório Municipal de Especialidades Médicas (AME) como medida preventiva para evitar a contaminação da covid-19, a Prefeitura de Araguaína iniciou o projeto telemedicina por meio do Instituto Saúde e Cidadania (ISAC).

A cidade é uma das únicas do País a manter o atendimento por vídeo chamada, que conecta o médico com o paciente portador de alguma doença crônica.

Em Araguaína, de março até agora foram realizadas 4.200 consultas e 11.900 procedimentos, como prescrição de receita, exames e outros. As consultas pela telemedicina do ambulatório atendem pessoas portadoras de doenças como hipertensão, diabetes, osteoporose, doenças cardíacas e outras de maior gravidade, que as colocam no grupo de risco da covid-19. 

“Tem sido de fundamental importância no combate ao coronavírus essa manutenção dos atendimentos a pessoas com doenças crônicas, uma vez que dando essa atenção, minimizamos problemas graves em casos de infecção pela covid-19 de um paciente desse grupo”, destacou o superintendente de projetos do ISAC, Alberto Aguiar.

Ainda de acordo com o superintendente, com as consultas on-line o Município mostra a preocupação com o usuário da saúde pública, para que não deixe de ser assistido nesse período de suspensão geral em quase todo o País.

A telemedicina

A área da Tele Saúde oferece suporte diagnóstico de forma remota, permitindo a consulta, interpretação de exames, orientação e a emissão de laudos médicos à distância, com o auxílio da tecnologia. 

As consultas pela plataforma digital são feitas ao paciente em espera na regulação municipal. O ambulatório do Município conta com profissionais médicos para atendimentos em 13 especialidades, entre elas cardiologia, neurologia, psiquiatria, gastroenterologia, reumatologia, ortopedia e outros, tendo uma média de 1.500 consultas mensais

É importante destacar que esse novo serviço segue mantendo a qualidade de uma forma ágil, cômoda e segura, por meio da tecnologia que tem sido ferramenta eficiente na atenção à saúde, principalmente nesse tempo em que o contato físico precisa ser evitado”, destacou o superintendente.

Telecovid

Os atendimentos on-line são realizados também a pacientes com sintomas da covid-19, por meio do Telecovid, como forma de incentivar o isolamento social, disponibilizando consultas médicas a pessoas com quadros gripais, por meio do WhatsApp. O serviço é realizado por uma equipe composta por um atendente, um auxiliar e um médico, e funciona de segunda à segunda-feira, das 8 às 18 horas.

De março, até agora, foram recebidas 1.320 solicitações, gerando um fluxo total de 14.220 mensagens trocadas. As solicitações atendidas geraram em torno de 850 consultas, média de 20 consultas por dia, apresentando um crescimento constante dos números.

Como qualquer novidade, estamos diariamente nos adaptando a esse método de atendimento. Enfrentamos dificuldades como sinal fraco de internet da pessoa que aciona o serviço, além do aumento da quantidade de mensagens recebidas, mas ainda assim consideramos positiva essa ferramenta que tem dado atenção básica à saúde da população de Araguaína”, encerrou Aguiar.

O número para envio de mensagem ao Telecovid é o (63) 99105 – 3625. Ao iniciar a conversa, tenha em mãos os documentos pessoais, cartão do SUS e um endereço de e-mail válido.

(Adriana Santana)

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.