Para setembro

Araguaína recua e adia retorno das aulas semipresenciais na rede municipal de ensino

Retorno iria ocorrer em agosto. Vários preparativos estavam em andamento.

Por Redação 1.107
Comentários (0)

28/07/2020 09h26 - Atualizado há 1 semana
Alunos da rede municipal de educação

A Prefeitura de Araguaína resolveu adiar o retorno das aulas semipresenciais em todas as unidades de ensino da rede municipal de educação para o dia 1º de setembro. A volta estava prevista para 3 de agosto e vários preparativos já estavam em andamento.  

O adiamento foi comunicado nesta segunda-feira (27) pelo Secretário Municipal de Educação, José da Guia Pereira da Silva, por meio de ofício aos diretores de escolas, creches e centros de educação infantil.

Conforme o ofício, as instituições de ensino privadas que compõem o sistema municipal de educação podem, no que couber, adotar as mesmas medidas referentes ao retorno das atividades semipresenciais.

Na rede estadual, as aulas semipresenciais também retornariam no dia 3 de agosto, mas foram adiadas para o mês de setembro, em data ainda a ser definida.

Justificativas

O secretário de Educação afirma, no ofício, que o adiamento do retorno das aulas ocorreu em razão da necessidade de realizar testagem em massa para covid-19 de todos os servidores e posteriormente de todos os alunos, além da logística para organização interna das unidades de ensino.

Ele destaca também a necessidade de aquisição em massa de equipamentos de proteção individual, como máscaras de tecido, protetor facial, álcool em gel, luvas e aventais, no entanto, há sérias dificuldades para conseguir todo o material a pronta-entrega junto aos fornecedores.

O que foi mantido

Conforme o ofício, está mantido o sistema de atividades não presenciais, com entrega de material impresso em todas as unidades que ofertam educação infantil e ensino fundamental, incluindo as turmas de Correção de Fluxo e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

A carga horária diária das atividades não presenciais passa a ser de 3 horas letivas por dia a partir desta terça-feira (28). Já a carga horária diária dos professores continua reduzida em 50%.

Zona rural

O sistema semipresencial nas escolas da zona rural também será alterado nesta terça-feira, passando para atividades totalmente não-presenciais. A alteração foi feita após um realinhamento da Secretaria da Educação com as unidades escolares da zona urbana.

O material didático aos alunos do campo será entregue em formato de apostilas impressas para os pais ou responsáveis em todas as unidades que ofertam Educação Infantil e Ensino Fundamental (1ª e 2ª fase). A carga horária dos professores e demais servidores também será reduzida em 50%, assim como nas escolas da zona urbana.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.