Sem transparência

Assembleia Legislativa oculta lista de assessores à disposição de cada deputado

Em 2017, 16 dos 24 deputados tinham mais assessores do que o permitido em lei.

Por Agnaldo Araujo 1.355
Comentários (0)

10/11/2018 09h11 - Atualizado há 3 meses
Assembleia Legislativa do Tocantins

A Assembleia Legislativa do Tocantins deixou de informar a quantidade de assessores que estão à disposição de cada deputado estadual no Portal da Transparência, o que dificulta o controle social.

Por lei, cada deputado pode ter até 65 assessores no gabinete ou atuando nas suas respectivas bases eleitorais nos municípios do interior do Estado. No entanto, em agosto de 2017, 16 dos 24 parlamentares extrapolavam esse número.

Na época, quem mais ignorava a determinação era o próprio presidente da Casa, o atual governador Mauro Carlesse (PHS). Ele tinha 106 funcionários, sendo 75 para ajudá-lo como deputado e mais 31 para assessorá-lo na presidência. 

Outro que também tinha mais assessores do que o permitido era o atual vice-governador, Wanderlei Barbosa, com 77 nomeados.

Após o caso repercutir negativamente, o site da Assembleia entrou em manutenção e foi excluída a opção que permitia consultar os assessores por gabinete. 

Atualmente, o cidadão tem acesso apenas à lista dos servidores por lotação, cargo ou função, cedidos, afastados e temporários. Falta a opção por gabinete.  

A reportagem entrou com contato com a Assembleia e aguarda retorno. A atual presidente da AL é a deputada Luana Ribeiro (PDT).

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.