Por 30 meses

Audiência pública vai discutir MP que congela direitos dos servidores do Tocantins

A MP foi anunciada no dia 1º de fevereiro pelo governo como parte da reforma administrativa.

Por Nielcem Fernandes 528
Comentários (0)

13/03/2019 19h04 - Atualizado há 1 semana
O presidente da CCJ convocou diversos setores da sociedade para participar da Audiência

A Medida Provisória nº 2, de autoria do governador Mauro Carlesse, que trata do congelamento das progressões, gratificações, indenizações e ressarcimento de despesa aos servidores pelo prazo de 30 meses, será tema de audiência pública na Assembleia Legislativa no inicio da tarde desta quinta-feira (14).

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Redação (CCJ), deputado Ricardo Ayres (PSB), convidou diversos setores da sociedade para discutir o tema.

Além de sindicatos e secretarias, foram convidadas as Federações do Comércio (Fecomércio), da Indústria (Fieto), e da Agricultura (Faet), a Universidade Federal do Tocantins e também a OAB Tocantins.

A MP foi anunciada no dia 1º de fevereiro como parte do pacote da reforma administrativa que visa adequar o Estado à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

+ Sintet, Sinpol e Sisepe reagem à reforma de Carlesse: 'os servidores foram tapeados'

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.