Procon alerta

Bandidos usam nomes de empresas conhecidas em golpe do falso empréstimo no Tocantins

Vários consumidores já foram vítimas no Estado.

Por Redação 586
Comentários (0)

14/08/2020 14h38 - Atualizado há 1 mês
Mulher segurando notas de R$ 100

O Procon Tocantins informou que recebeu denúncias de vários consumidores vítimas do golpe do falso empréstimo nas últimas semanas e alertou sobre os cuidados necessários.

Segundo os consumidores, eles receberam ligações na qual a suposta empresa oferece condições atrativas e sem burocracia. Os golpistas usam nomes, CNPJ e até a identidade visual de instituições financeiras conhecidas para atrair as vítimas.

Neste golpe em específico, antes de receber o crédito, a falsa empresa solicita que a pessoa deposite o valor das taxas. No entanto, o Procon Tocantins destacou que esta conduta do pagamento antecipado ao empréstimo é proibida pelo Banco Central.

Em Guaraí, um consumidor chegou a assinar um contrato para obter a liberação do empréstimo no valor de R$ 20 mil. A empresa de crédito pessoal teria passado o contato do advogado para realização do depósito das supostas taxas.

Logo após a assinatura, os golpistas informaram que o mesmo precisava pagar uma taxa de R$ 550. O valor seria usado para pagar certidões e agilizar a liberação do dinheiro. Após o pagamento deste valor, ainda foi solicitado que a vítima pagasse mais R$ 700 referente ao Imposto de Operações Financeiras (IOF)”, explicou Walter Viana, superintendente do Procon Tocantins.

Já em Palmas, outro consumidor relatou que entraram em contato com ele por meio de uma rede social e ofereceram diversas vantagens na contratação do empréstimo pessoal no valor de R$ 5 mil.

Neste caso, a pessoa chegou a depositar um valor superior a R$ 500 e em seguida pagou mais R$ 600, que seriam também referentes ao IOF. Foi mais uma vítima”, destacou.

Em Gurupi, outro consumidor relatou que foi oferecido um empréstimo de R$ 50 mil, mas o contratante deveria depositar o valor de R$ 5 mil antecipado. No entanto, a pessoa desconfiou que era golpe e recusou a proposta.

Fique atento

Para não cair no golpe, o Procon Tocantins orientou que o consumidor deve:

- Duvidar das opções de créditos rápidos e pagamentos de taxas em contas de pessoas físicas;

- Sempre desconfiar de ofertas muito vantajosas;

- Nunca realizar nenhum pagamento antecipado;

- Realizar pesquisa sobre a empresa que está oferecendo o empréstimo e

- Nunca fornecer os dados pessoais a desconhecidos.

O Procon Tocantins alertou ainda, que nos casos de golpes, o consumidor deve procurar de imediato a Polícia Civil, informar que foi vítima de estelionatários e informar o número de conta bancária e outras informações do falso empréstimo.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.