2018 para 2023

Bolsonaro prorroga incentivos para a região Norte e Tocantins será beneficiado

Foi ampliado de 2018 para 2023 o prazo para que os empreendimentos tenham direito à redução de 75% do IR.

Por Redação 6.434
Comentários (0)

08/01/2019 11h12 - Atualizado há 5 meses
Presidente Bolsonaro

O presidente da República Jair Bolsonaro sancionou o Projeto de Lei que prorroga por cinco anos a concessão de benefícios fiscais para as regiões das Superintendências de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), da Amazônia (Sudam) e do Centro-Oeste (Sudeco), exceto o Distrito Federal. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União no dia 04 de janeiro. 

Agora em vigor, a Lei amplia de 2018 para 2023 o prazo para que os empreendimentos dessas regiões tenham direito à redução de 75% do Imposto de Renda (IR) calculado com base no lucro da exploração.

De acordo com o relatório geral da Sudam, os benefícios geraram para o Tocantins um investimento em recursos que ultrapassaram a marca de R$ 204 milhões entre 2015 e 2017. Os incentivos fiscais também foram responsáveis pela geração e manutenção de 10.344 empregos no Estado, durante esse período.

A deputada federal pelo Tocantins, professora Dorinha (DEM), que trabalhou pela aprovação da legislação na Câmara, comenta a prorrogação dos benefícios.

As regiões beneficiadas são aquelas onde o desenvolvimento é mais precário, o enfrentamento nacional em relação à crise é diferente, principalmente na região Nordeste, Norte e Centro-Oeste”. Portanto, segundo ela, “tanto do ponto de vista macroeconômico, quanto também da perspectiva de desenvolvimento humano são regiões que precisam ter um olhar diferenciado”. 

Para o superintendente da Sudam, Paulo Roberto Correia, a extensão do benefício “é um diferencial competitivo para as indústrias de transformação que decidem investir ou manter seus investimentos na região amazônica”. Segundo ele, existem hoje, mais de 800 empresas com projetos ativos na região.

São mais de 1.100 projetos. Esse é um diferencial tributário que é de fundamental importância para a geração e para a manutenção de empregos na região”, afirma o superintendente.

Nos últimos três anos, mais de 450 mil empregos foram gerados ou mantidos na região Norte, o que ocasionou mais de R$ 5 bilhões em benefícios. Atualmente, são mais de 800 empresas com projetos ativos.

(João Paulo Machado)

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.