Obra histórica

Com mais de 1 km, nova ponte de Porto é inaugurada e vai impulsionar setor produtivo da região

Expectativa é que agora vários setores ganhem mais impulso no Estado.

Por Redação 1.036
Comentários (0)

15/06/2024 08h08 - Atualizado há 1 mês
Inauguração da nova ponte

Notícias do Tocantins - Inaugurada em um mega evento nesta sexta-feira (14), a nova Ponte de Porto Nacional Prefeito Antônio Poincaré de Andrade conta com 1.088 metros de extensão e encabeçamentos de 200 metros em cada lado, totalizando 1.488 metros de comprimento.

Na ocasião, o governador realizou o ato simbólico com a ligação das luzes da ponte, caminhou por todo o percurso e fez o descerramento da placa. 

A edificação foi construída com um investimento de R$ 180 milhões do Governo do Tocantins em parceria com o Banco de Brasília. A ponte é a maior obra de infraestrutura no Estado. A expectativa é que agora, com a ponte, vários setores ganhem mais impulso no Tocantins.

A nova Ponte de Porto Nacional, com 1.488 metros de comprimento, é a maior obra de infraestrutura no estado, eliminando a dependência de balsas e facilitando o transporte regional. Foto: Adilvan Nogueira

A inauguração foi marcada ainda por uma programação festiva, com apresentações dos artistas regionais Everton dos Andes e Chico Chokolate. O evento também contou com a presença de Manu Bahtidão, Tony Guerra e Forró Sacode.

"Hoje estamos inaugurando uma ponte que vai melhorar o setor produtivo e causar o avanço da população de Porto Nacional e de todo o Tocantins. Essa é uma importante obra para o agronegócio, para o comércio e para a mobilidade das pessoas. A entrega representa um cuidado que temos com o nosso povo, pensando sempre em melhorar a vida do tocantinense”, pontuou o governador Wanderlei Barbosa.

"Além disso, hoje aposentamos oficialmente o uso das balsas. Agora, com esta estrutura moderna e segura, garantimos que Porto Nacional e toda a região possam crescer e prosperar, conectando-se de forma eficaz com a capital, Palmas, e outros municípios importantes. Esta obra é um símbolo do nosso compromisso com o progresso e com o bem-estar da nossa gente. E, para finalizar, anuncio que a antiga ponte será palco de um cenário de lazer e cultura para todos os portuenses”, completou Wanderlei Barbosa.

Com um investimento de R$ 180 milhões, a nova ponte sobre o Rio Tocantins promete transformar a vida de milhares de pessoas, melhorando a mobilidade e a economia local

Impulsionamento da economia 

A expectativa é que agora, com a ponte, vários setores ganhem mais impulso no Tocantins. A exemplo do agronegócio, que passará a possuir maior competitividade dos produtos, com a redução dos custos e do tempo de transporte. Com isso, a nova estrutura não apenas conectará diferentes regiões do Tocantins, mas também fortalecerá a integração entre elas, estimulando o comércio e o intercâmbio de bens e serviços.

"Para a indústria, a melhoria da logística representa um atrativo para novos investimentos, diversificando a economia e gerando empregos. O comércio também será impulsionado, com a facilitação do fluxo de mercadorias e o fortalecimento do setor de serviços", frisou o titular da Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Serviços (Sics), Carlos Humberto Lima.

Com o funcionamento da ponte, a região sudeste do Estado poderá acessar a margem direita do Rio Tocantins. “Desse modo, toda a produção que vem de Santa Rosa e de Porto Nacional ficará bem mais próxima das empresas que compram, porque tudo será escoado mais facilmente. Além disso, no sudeste do Estado fica um importante polo de produção de calcário, elemento importante para o plantio de várias culturas no Tocantins. Serão diretamente beneficiadas as cidades de Porto Nacional, Brejinho, Paraíso, Miranorte, Barrolândia e Dois Irmãos, uma vez que será possível atravessar a ponte em carretas com maior volume de carga, dando condições para que essa região do Estado receba mais insumos”, pontuou o gestor da Secretaria da Agricultura e Pecuária (Seagro), Jaime Café.

“Após essa inauguração, a nova ponte de acesso, além de permitir a melhoria do transporte, beneficia toda a população não só de Porto Nacional, mas também todos que chegam via terrestre ao Estado para visitar nossos atrativos. Essa obra vai ainda contribuir para o fomento de toda a cadeia do turismo, gerando mais oportunidades de empregos e renda, e contribuindo para o desenvolvimento econômico e social do Tocantins”, considerou o Secretário do Turismo (Setur), Hercy Filho.

População contente  

A solenidade na ponte contou com o ato simbólico da abertura, com o acendimento das luzes, caminhada por todo o percurso e descerramento da placa. Após isso, foram iniciadas apresentações culturais de artistas nacionais e locais. 

Barbara Tomáz Sousa é moradora e comerciante de Porto Nacional. Ela diz que a inauguração da ponte vai causar impacto positivo direto em sua rotina de trabalho e forma de atendimento. "Antes, com o fluxo menor de consumidores, era servido uma quantidade baixa de refeições por dia. Agora já estamos nos programando para aumentar isso, passando a oferecer comida por quilo, no buffet, e não só pratos feitos", assentiu a representante do setor comercial.

O caminhoneiro Belchior Tavares França disse emocionado que a ponte agora vai otimizar muito sua rotina de trabalho. "Não ter que usar a balsa, agora com a ponte, irei diminuir 1h30min do meu percurso na ida e na volta. Então sou muito grato mesmo, porque agora conseguirei fazer tudo com menos tempo", declarou o profissional.

Antiga ponte

Localizada estrategicamente sobre o Rio Tocantins, a Ponte de Porto Nacional é uma peça crucial na malha viária do Tocantins. A nova ponte substitui a antiga estrutura e elimina a necessidade de balsas para a travessia.

Com 1.088 metros de extensão e encabeçamentos de 200 metros em cada lado, a ponte totaliza 1.488 metros de comprimento. Construída com 90 vigas, esta é a maior obra de infraestrutura no Estado, com um investimento de R$ 180 milhões do Governo do Tocantins em parceria com o Banco de Brasília e com contrapartida do Estado.

Construída entre os anos de 1976 e 1979, a antiga ponte de 900 metros liga o tráfego da TO-050, pelo trevo da TO-255, com a TO-070 até a BR-153. Por causa de danos estruturais, o trânsito pesado foi limitado e os veículos que ultrapassam 30 toneladas de peso não podem usar a estrutura. Para chegar à capital, veículos que ultrapassam o limite de peso imposto por meio de decreto precisavam passar por uma balsa ou seguir para Luzimangues.

Ponte inaugurada

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.