De olho nos concursos!

Concurso público IBGE: editais com até 225.678 vagas devem ser publicados em fevereiro de 2020

O concurso IBGE foi autorizado em maio de 2019 para o preenchimento de 234.416 oportunidades.

Por Redação 4.471
Comentários (0)

01/01/2020 16h39 - Atualizado há 8 meses
Editais serão publicados em breve

A publicação dos editais do aguardado concurso do IBGE deve ocorrer em fevereiro de 2020, ou no máximo até maio, para contratações temporárias, de acordo com as últimas informações divulgadas pelo órgão.

A expectativa é de que sejam oferecidas 225.678 vagas para cargos com exigências de nível fundamental e nível médio, e salários iniciais de até R$ 4.000. O nome de banca deverá ser confirmado no decorrer das próximas semanas. 

Um dos editais será para recenseador, que conta com 196 mil vagas autorizadas. Neste caso, para concorrer é necessário possuir apenas ensino fundamental, com salário inicial de R$ 1.100.

O outro edital será para agente censitário municipal e agente censitário supervisor, respectivamente, 6.100 e 23.578 postos autorizados. 

Para agente censitário municipal, a exigência é de ensino médio, com inicial de R$ 2.400. Para agente censitário supervisor, ensino médio e R$ 2.000.

Concurso IBGE: autorização foi para 234.416 vagas

O concurso IBGE foi autorizado em maio de 2019 para o preenchimento de 234.416 oportunidades. De acordo com a autorização, o governo contava com um prazo de seis meses, ou seja, até 6 de novembro, para iniciar a seleção para todos os postos. Porém, em 13 agosto, o prazo para liberação foi prorrogado até maio de 2020.

Das 234.416 vagas, ao menos 3.267 já estão sendo oferecidas através de três editais já publicados. O primeiro contou com uma oferta de 209 vagas, sendo 180 para recenseador, 25 para agente censitário supervisor e 4 para agente censitário municipal. O segundo edital contou com 400 vagas para analista censitário. E o terceiro e último consta com 2.658 oportunidades, sendo 1.343 para coordenador censitário subárea e 1.315 para agente censitário operacional.

O documento de autorização do certame indicava a seguinte distribuição de postos: coordenador censitário de subárea 1 (600 vagas), coordenador censitário de subárea 2 (850), agente censitário operacional (1.760), supervisor – call center (4), agente censitário municipal (6.100), agente censitário supervisor (23.578), codificador censitário (12), recenseador (196.000), supervisor PA (1.304) e recenseador PA (4.100).

Para agente censitário municipal, a exigência é de ensino médio, com inicial de R$ 2.400. Para agente censitário supervisor, ensino médio e R$ 2.000. Para coordenador censitário de subárea, ensino médio e R$ 4.000. Por fim, para agente censitário operacional, ensino médio e R$ 1.800.

Concurso IBGE: saiba como será o Censo Demográfico 2020

No concurso IBGE para temporários, o cargo de destaque dos censos sempre é de recenseador, que no último concurso IBGE contemplou 191.972 vagas e exigiu apenas nível fundamental completo. Os ganhos oferecidos para a função variam de acordo com o número de informações coletadas.

As demais funções necessárias para as pesquisas são as seguintes: agente regional, agente administrativo, agente municipal, agente de informática e agente supervisor.

O Censo compreende um levantamento minucioso de todos os domicílios do país. Nos meses de coleta de dados e supervisão, os recenseadores visitam milhões de domicílios nos 5.565 municípios brasileiros para colher informações sobre quem somos, quanto somos, onde estamos e como vivemos.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.