Caso Ludimila

Corpo de Bombeiros diz que acidente com atleta foi o único em 25 anos e lamenta

Ela estava na UTI desde o domingo, 02, após ser atingida pela hélice de um bote salva-vidas.

Por Redação 1.265
Comentários (0)

04/12/2018 14h01 - Atualizado há 10 meses
Ludimila Barbosa de Oliveira

O Corpo de Bombeiros do Tocantins lamentou a morte da triatleta Ludimila Barbosa Oliveira, de 40 anos, e disse que esse foi o primeiro caso do tipo registrado em todos os 25 anos de história da corporação no Estado.

Ludimila morreu na manhã desta quarta-feira (04) na UTI do Hospital Geral de Palmas onde estava internada desde o último domingo (02) após ter sido atingida na perna pela hélice de um bote motorizado do Corpo de Bombeiros durante uma competição aquática no lago de Palmas.

Ludmila perdeu muito sangue e ainda teve a perna amputada, mas não resistiu. A atleta era também professora da rede municipal de ensino da Capital e trabalhava atualmente no Centro Municipal de Educação Infantil João e Maria.

A corporação disse que recebeu a notícia do falecimento com "extremo pesar" e que essa fatalidade é contrária à razão principal de ser dos bombeiros, que é a de salvar vidas.

"Por isso, estamos sofrendo muito junto com os familiares e amigos a dor dessa perda difícil e irreparável", afirmou.

O Corpo de Bombeiros ressaltou ainda que, apesar da triste notícia, continuará firme "a serviço da vida". "Que Deus conforte os corações de todos os familiares e amigos", finalizou.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.