Tocantins

Criança de 11 anos e mulher apresentam sintomas da varíola dos macacos em Gurupi

Pacientes receberam atendimento médico e passaram por coleta de material biológico.

Por Redação 3.349
Comentários (0)

03/08/2022 14h54 - Atualizado há 1 semana
Prazo para diagnóstico final é de, aproximadamente, 15 dias

A Secretaria Municipal de Saúde de Gurupi (Semus) informou nesta quarta-feira (03) que foram notificados dois casos suspeitos de contaminação pela varíola dos macacos (monkeypox) na cidade. Os pacientes apresentaram sintomas e sinais que podem ser considerados do vírus.

Ambos receberam atendimento médico, passaram por coleta de material biológico para análise, que foram encaminhados ao Laboratório Central do Estado (LACEN). Os pacientes seguem isolados. O prazo para diagnóstico final é de, aproximadamente, 15 dias.

Segundo a coordenação de Vigilância Epidemiológica, um dos pacientes com suspeita de contaminação é uma criança de 11 anos com histórico de viagem aos estados do Pará e São Paulo. Recebeu atendimento em hospital particular de Gurupi, foi realizada coleta do material para exame laboratorial e encontra-se em isolamento domiciliar.

O segundo caso suspeito trata-se de uma mulher de 42 anos sem histórico de viagens para fora do estado. Apresentou três erupções no braço depois de passar um final de semana em um acampamento no Rio Tocantins. Foi atendida em uma Unidade Básica de Saúde de Gurupi, realizada a coleta do material para exame laboratorial e também está em isolamento domiciliar.

Segundo o secretário de saúde de Gurupi, Sinvaldo Moraes, a equipe da Vigilância Epidemiológica e das Unidades Básicas de Saúde (UBS) estão implementando a estratégia para atender as especificidades de mais essa doença que está chegando na cidade.

“Estamos definindo uma UBS de referência para proceder com o atendimento em casos suspeitos da varíola dos macacos. Queremos concentrar o atendimento em um único local, onde os pacientes receberão orientação e atendimento”, afirmou Sinvaldo. O local está sendo adaptado e preparado para este atendimento.

Para o coordenador da Vigilância Epidemiológica, Halex Cavalcante Coutinho, a equipe vem acompanhando e monitorando a evolução da varíola dos macacos desde o início. “De acordo com a evolução no Brasil e no mundo, era previsível que chegaria em nosso município. Estamos finalizando a estratégia de atendimento”, reforçou Halex.

Plano de contingência

A Secretaria de Saúde de Gurupi recebeu, nesta segunda-feira, 1º de agosto, a consolidação do plano estadual de contingência para monkeypox, da Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO).

A partir deste plano, a rede pública de saúde vem implementando os serviços de orientação e assistência a possíveis casos da doença na cidade.

Atendimentos em Gurupi

Em Gurupi, a rede pública municipal de saúde irá atender os casos leves e moderados. Já os casos considerados graves, que indicam sintomas para internação hospitalar, serão encaminhados ao Hospital Regional de Gurupi (HRG). O atendimento inicial será realizado na UBS de referência que será anunciada.

Leia mais

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.