Unitins e Seduc

Cursos tecnólogos serão oferecidos em pequena cidade no sudeste; vestibular em agosto

Cursos serão iniciados no segundo semestre deste ano.

Por Redação
Comentários (0)

21/06/2022 14h50 - Atualizado há 4 dias
No total, 15 cidades do estado serão contempladas

O município de Paranã, no sudeste do Tocantins, terá cursos tecnólogos ofertados através do projeto 'TO Graduado', uma parceria entre a Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) e a Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

Na audiência pública, que ocorreu na feira coberta da cidade na tarde dessa segunda-feira (20), foram apresentados os cursos que poderão ser iniciados já no segundo semestre deste ano. 

No total, 15 cidades do estado serão contempladas com a instalação dos núcleos de atuação universitária, totalizando 7 mil vagas em cursos superiores ofertados entre 2022 e 2027.

Os critérios para escolha dos municípios inclui quantitativo populacional acima de 10 mil habitantes; não existir ainda oferta pública de ensino superior na cidade; existir uma escola estadual disponível para instalação do núcleo, além do interesse da comunidade pelos cursos ofertados.

Para o município de Paranã, o rol de cursos apresentados pelo reitor da Unitins, Augusto Rezende, são: agronegócio; gestão pública; análise e gestão de mídias sociais; análise e desenvolvimento de softwares; e gestão em turismo.      

"Trouxemos para Paranã sete opções de cursos. Agora a comunidade precisa decidir e nos entregar essa devolutiva de duas ou três opções de cursos que melhor atendam a região. E com apoio do Governo do Tocantins, da Assembleia Legislativa, da Câmara Municipal e da prefeitura, chegaremos já na segunda quinzena de agosto com o vestibular dando oportunidade para cada um desses jovens”, explicou o reitor.

Ele também adiantou que, para o próximo ano, também poderão ser incluídas as licenciaturas de História e de Pedagogia.

Edmar José da Cruz, prefeito de São Salvador, município vizinho a 42 km de Paranã, comemorou a notícia. “Se antes nossos jovens precisavam ir até Gurupi, há 270 km, para ter acesso ao ensino superior, agora, estarão perto desse conhecimento. Só temos que comemorar e agradecer por essa descentralização da educação superior”, disse.

"Paranã é uma das cidades mais antigas do nosso estado e queremos trazer para cá os cursos mencionados, como curso de Turismo, os ligados ao Agronegócio, de Gestão Pública e vários outros cursos para que os moradores tenham a oportunidade de aprender e também de transmitir. É isso que nós estamos fazendo”, enfatizou o governador Wanderlei Barbosa.

O secretário de Estado da Educação, Fábio Vaz, lembrou que o projeto também integra as secretarias, gerando economia e desenvolvimento das regiões. “O núcleo irá funcionar no contraturno de uma escola estadual. A Unitins irá montar um laboratório com 40 computadores e um técnico de informática para atender os alunos dos cursos tecnólogos e da escola. Isso também faz a economia girar e propicia a qualificação de todos”, lembrou o secretário.

Desde o início de maio, o Governo do Tocantins, em parceria com os municípios, realiza audiências públicas para discussão da implantação dos núcleos de atuação universitária. Até o momento, Paranã, Sítio Novo, Guaraí, Itacajá, Colmeia e Caseara são as cidades confirmadas para implantação dos cursos tecnólogos.

Audiência pública realizada em Paranã

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.