Janad Valcari

Denúncia acusa presidente da Câmara de invadir UPAs e constranger servidores em Palmas

Ministério Público solicitou imagens e vídeos dos fatos relatados.

Por Conteúdo AF Notícias 1.186
Comentários (0)

05/08/2021 15h24 - Atualizado há 5 meses
Presidente da Câmara, Janad Valcari

Uma denúncia anônima feita ao Ministério Público do Tocantins (MPTO) acusa a vereadora e presidente da Câmara de Palmas, Janad Valcari, de invadir as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da capital sem autorização, gravar vídeos e postar nas redes sociais fazendo "denúncias infundadas e inverídicas com intuito político".

"Essas atitudes têm deixado os profissionais das unidades espantados, amedrontados, pela forma que ela faz sua abordagem, desiquilibrando o ambiente e a equipe de profissionais, e até mesmo incitando a população a ser agressiva com servidores que estão ali fazendo seu papel”, diz o texto da denúncia.

Veja também

A denúncia afirma ainda que as visitas da vereadora são 'sensacionalistas', 'inadmissíveis' e pede a interferência do MPTO no sentido de não permitir que as unidades sejam utilizadas como "palco" pela vereadora.

“Somos profissionais especializados técnicos, em um local que tratamos pacientes de urgência. Essas interferência e invasões vêm causando transtornos nos atendimentos e nas equipes”, acrescenta.

A denúncia esclarece que não há recusa em prestar os devidos esclarecimentos ou em realizar as visitas, mas isso não deve ocorrer da forma como a vereadora vem fazendo, 'que não deixa de ser abuso de poder'.

“Temos os órgãos de controle que tecnicamente fazem esse papel, e as visitas da vereadora da forma que vem ocorrendo, expondo os servidores, unidades e gestores em redes sociais, não é correta e muito menos ética”, finaliza.

O MPTO recebeu o relato e expediu notificação para que, em 5 dias, a pessoa interessada possa complementar a denúncia com imagens e vídeos dos fatos relatados.

A denúncia está aqui.

O QUE DIZ A VEREADORA?

Em nota, Janad Valcari disse que a representação anônima trata-se de mais uma denúncia sem fundamento algum, tendo em vista posssuir o mesmo teor de outra foi arquivada pelo Ministério Público Estadual, pela promotora de justiça Araína Cesarea Ferreira dos Santos D Alessandro no dia 02 de junho de 2021. (Anexo)

A vereadora afirmou que todas as vistorias realizadas por ela na averiguação das denúncias por parte da comunidade sobre os diversos problemas nas unidades de saúde, são legítimas e tratam-se de prerrogativas do vereador, que atua como representante e fiscal do povo.

"O que acontece é que a prefeita municipal e seus aliados tentam, a todo custo, fazer denúncias anônimas para impedir a atuação da parlamentar e até buscam intimidá-la, por meio de ameaças e ações da Guarda Metropolitana nos locais em que é chamada", afirma Janad na nota.

Ainda segundo a nota, a prefeita proibiu os secretários e presidentes de autarquias de receber a parlamentar e, rotineiramente, procede por meio de seus interlocutores com ameaças aos servidores, como exemplo, a perca de benefícios e até demissão, como já ocorreu, caso não impeçam a inspeção da vereadora.

Sendo assim, Janad reforçou que o próprio Ministério Público já reconheceu que a atuação da vereadora Janad Valcari é legítima e procedeu com o arquivamento da denúncia [anterior], pois reconhece que não existe invasão, mas sim, atuação legítima no cumprimento do seu dever.

Notificação do MPTO

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.