Crise na saúde

Gestão Dimas diz que Governo Carlesse não repassa recursos à saúde desde junho

Esse seria o principal motivo para a crise na saúde de Araguaína.

Por Redação 2.356
Comentários (0)

03/12/2018 17h16 - Atualizado há 5 meses
Governador Carlesse e prefeito Ronaldo Dimas: aliados políticos

A gestão do prefeito Ronaldo Dimas afirmou, em nota, que os repasses do Governo do Tocantins para a saúde de Araguaína estão atrasados desde a primeira eleição do governador Mauro Carlesse (PHS), em junho deste ano. Dimas e Carlesse são aliados políticos. 

Somando as dívidas anteriores até esse mês de novembro, o déficit do Estado com o município ultrapassa os R$ 7 milhões. Esse seria o principal motivo para a crise na saúde de Araguaína.

Nesta segunda-feira (03), o Instituto Saúde e Cidadania (ISAC) anunciou medidas drásticas devido à falta de repasses, como a redução dos plantões médicos na UPA do Setor Araguaína Sul. Com isso, cerca de 100 pacientes serão encaminhados às Unidades Básicas de Saúde (UBS) todos os dias.

Além disso, o ISAC afirmou que já reduziu em 80% a oferta de consultas especializadas no Ambulatório Municipal de Especialidades (AME) e 70% dos atendimentos em oftalmologia (consultas, exames e cirurgias). As cirurgias eletivas também foram suspensas.

NOTA NA ÍNTEGRA

"A Prefeitura de Araguaína informa que o comunicado à população emitido pela administração do Instituto Saúde e Cidadania (ISAC) sobre redução no atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24 horas) devido à falta de repasses e à diminuição do número de plantonistas foi retirado. Informa ainda que os atendimentos aos araguainenses terão prioridade e continuarão sendo realizados normalmente na unidade. 

A Prefeitura esclarece que o comunicado se restringia a pacientes vindos de outros municípios, que só serão atendidos em casos de emergência e urgência. A medida é necessária para manter o serviço de qualidade aos quase 180 mil habitantes locais. 

Esclarece ainda que a regularidade dos repasses para o instituto depende de repasses estadual e federal, sendo que o do Governo do Estado com o Município está em atraso desde junho, e, junto com a repactuação previamente  acordada e não concretizada, gerou déficit superior a R$ 7 milhões até novembro."

Comentários (0)

Mais Notícias

'Tudo Errado'

Autor de novelas da Globo vai produzir filme em cidades histórias do Tocantins

As gravações do filme estão previstas para junho de 2020. A protagonista será a atriz global Bella Piero.

Supostas ofensas

Juiz decreta prisão do pastor Nelcivan por tempo indeterminado no Tocantins

O pedido de prisão do pastor foi feito pela Polícia Militar do Tocantins no dia 25 de abril deste ano.

Novo decreto

Porte de arma é liberado para todos os advogados; OAB-TO avalia como vitória

A profissão foi inserida entre as atividades de risco que autorizam o porte.

Operação Catarse

Deic descobre mais quatro servidores fantasmas em Araguaína, um é empresário

Três homens e uma mulher estariam recebendo salários oriundos de dois gabinetes.

Jurista

Cadeira do Tocantins na Academia Brasileira de Direito ficará com Márlon Reis

Reis é tocantinense natural de Pedro Afonso, tem 49 anos e foi candidato a governador.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.