Parques estaduais

Grupo contrário à concessão do Jalapão recorre ao Ministério Público do Tocantins

MPTO afirmou que se manterá vigilante durante todo o processo.

Por Redação
Comentários (0)

05/09/2021 10h38 - Atualizado há 2 meses
Reunião na sede do Ministério Público do Tocantins (MPTO)

O assessor especial jurídico da Procuradoria-Geral de Justiça, promotor de Justiça Marcelo Sampaio, recebeu, nessa quinta-feira (2/9), uma comissão de manifestantes contrários à parceria público-privada para concessão do Parque Estadual do Jalapão.

Integrada por representantes de comunidades quilombolas, de empresários do ramo turístico e do Consórcio de Municípios da Região do Jalapão, a comissão expôs suas preocupações quanto à transparência dos atos, à celeridade do processo e apontou trechos da lei que considerou vagos, os quais podem atingir diretamente os moradores da região.

Marcelo Sampaio, que no ato representou a Procuradoria-Geral de Justiça, garantiu aos manifestantes que o Ministério Público do Tocantins se manterá vigilante quanto à transparência dos atos governamentais, acompanhando e fiscalizando os trâmites relativos ao Parque Estadual do Jalapão, bem como às demais áreas de Proteção Ambiental no Estado.

“A nossa atuação visa garantir que sejam preservados os interesses de toda a coletividade e sendo identificada alguma irregularidade, o MPTO tomará as providências cabíveis".

Participaram do encontro o prefeito de Mateiros e presidente do Consórcio de Municípios do Jalapão, João Martins Neto; o assessor do consórcio, Delso Oliveira; o presidente da Associação Tocantins de Turismo Receptivo, Fernando Torres; o pastor Nelcivan; além das líderes das comunidades quilombolas Jussara Tavares e Ilana Cardoso.

VEJA MAIS

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.