Em Palmas

Homem será indiciado por anunciar mulheres como garotas de programa no WhatsApp

Ele tinha as imagens em seu aparelho celular e resolveu divulgá-las nas redes sociais.

Por Raimunda Costa 2.098
Comentários (0)

12/01/2019 10h05 - Atualizado há 4 meses
Imagem da divulgação

A Polícia Civil do Tocantins identificou o suspeito de divulgar imagens e o número de telefone de mulheres, incluindo menores de idade, em grupos no WhatsApp como se elas fossem garotas de programa. 

O suspeito enviava o anúncio nas redes sociais e dizia "só chamar no zap". As vítimas passaram a receber mensagens depois da divulgação e procuraram a polícia.

O suspeito mora em Palmas e confessou o crime durante depoimento, segundo Polícia Civil. O nome dele não foi revelado.

No depoimento, o homem disse que não conhecia as vítimas e divulgou as imagens e números telefônicos porque estavam na galeria do seu celular.

De acordo com a polícia, o suspeito vai responder em liberdade por difamação, pois não foi pego em flagrante.

Além do registro do Boletim de Ocorrência, a polícia orienta que as vítimas também podem requerer na Justiça indenização por danos morais.

Os casos aconteceram no final de 2018, mas só agora foram divulgados pela polícia. A investigação foi conduzida pela Delegacia Especializada em Crimes Cibernéticos de Palmas.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.