Crime em 2010

Jovem que matou idoso com porrete de madeira por causa de som pode pegar 30 anos

Depois do crime, o suspeito teria ficado desesperado e afirmado que estava arrependido.

Por Redação 974
Comentários (0)

14/05/2019 08h33 - Atualizado há 1 semana
Cidade de Nova Olinda

A Polícia Civil desvendou, nesta segunda-feira (13), um homicídio ocorrido em 11 de setembro 2010 na cidade de Nova Olinda, norte do Tocantins, tendo como vítima Emiliano José Bezerra, de 72 anos.

Conforme o delegado Luis Gonzaga da Silva Neto, no dia do caso um homem de iniciais J.E.S.F e que possuía 22 anos na época foi até a residência da vítima e pediu para que o volume do som fosse reduzido.

No entanto, a companheira de Emiliano se negou a atender ao pedido, o que ocasionou uma discussão entre ambos.

Em seguida, J.E.S.F. voltou para sua casa, pegou um porrete de madeira e retornou à casa da vítima, desferindo um golpe na cabeça de Emiliano, que não resistiu aos graves ferimentos sofridos e morreu.  

Várias testemunhas viram o suposto autor desesperado no meio da rua após o crime. Ele teria dito que estava arrependido do que tinha acabado de fazer e fugiu do local.

O inquérito foi concluído e o suspeito indiciado por homicídio qualificado por motivo fútil, cuja pena total pode chegar ao patamar de 30 anos de prisão. 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.