Validade vencida!

Ministério da Saúde deixa vencer mais de R$ 240 milhões em vacinas, testes e remédios

Todos os remédios e insumos serão incinerados.

Por Joselita Matos
Comentários (0)

06/09/2021 17h48 - Atualizado há 4 meses
Foram perdidos cerca de 2 milhões de exames RT-PCR para Covid

O Ministério da Saúde deixou vencer um estoque de medicamentos, vacinas e outros itens que são avaliados em mais de R$ 240 milhões. Os lotes, que se encontram no cemitério de insumos do SUS, em Guarulhos, serão incinerados.

Estão na lista, por exemplo, 820 mil canetas de insulina, suficientes para 235 mil pacientes com diabetes por um mês. O valor do material chega a R$ 10 milhões, segundo a Folha de S. Paulo, que teve acesso a uma tabela do Ministério da Saúde.

No levantamento também consta a perda de frascos para aplicação de 12 milhões de vacinas para gripe, BCG, hepatite B (quase 6 milhões de doses), varicela, entre outras doenças, no momento em que despencam as taxas de cobertura vacinal no Brasil.  Só esse lote é avaliado em R$ 50 milhões.

Os produtos vencidos também seriam destinados a pacientes do SUS com hepatite C, câncer, Parkinson, Alzheimer, tuberculose, doenças raras, esquizofrenia, artrite reumatoide, transplantados e problemas renais, entre outras situações.

Também foram perdidos cerca de 2 milhões de exames RT-PCR para Covid, avaliados em mais de R$ 77 milhões.

Ao todo, há 3,7 milhões de itens vencidos, que começaram a perder a validade nos últimos três anos, a maioria no governo Bolsonaro.

Com informações são da revista Carta Capital.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.