Saúde

Mutirão de cirurgias pediátricas atende mais de 10 crianças em hospital de Palmas

Em geral, as crianças passam algumas horas em observação e recebem alta no mesmo dia.

Por Da Redação
Comentários (0)

29/04/2019 12h20 - Atualizado há 2 anos

O Hospital Infantil de Palmas participou neste domingo (28) do XIII Mutirão Nacional de Cirurgia da Criança, realizado pela Associação Brasileira de Cirurgia Pediátrica (CIPE), com o objetivo de reduzir a espera por cirurgias pediátricas na rede pública de saúde do país. 

Presente em todas as edições anteriores, a unidade atendeu doze crianças este ano, com 20 procedimentos cirúrgicos entre hernioplastias umbilical e postectomia (cirurgia de fimose).

Segundo a médica cirurgiã pediátrica, Lúcia Caetano Pereira, o objetivo é beneficiar as crianças, reduzindo as filas de espera para intervenções cirúrgicas mais simples. “É uma medida paliativa, que não resolve o problema da saúde no País, mas é uma forma de diminuir as filas de pacientes infanto-juvenis, com alguma indicação cirúrgica, nos hospitais do Brasil”

Ela explica ainda que os procedimentos cirúrgicos ambulatoriais são os mais frequentes nesses mutirões por serem geralmente rápidos e não requererem a internação do paciente. Em geral, os atendidos permanecem apenas algumas horas no hospital, em observação, e recebem alta no mesmo dia.

A diretora do HIP, Waldineide Pereira de França, destacou a importância desse tipo de iniciativa e principalmente a participação dos voluntários. “São realizadas diversas atividades para que as crianças e seus familiares se sintam acolhidas, felizes e fiquem tranqüilas antes da realização das cirurgias.O HIP é referência no Tocantins e somos o único estado da Região Norte a participar de todas as edições deste mutirão, temos muito orgulho de contribuir”, destacou a diretora.

A dona de casa Roberta Dourado, mãe do pequeno Eduardo Dourado, de quatro anos, trouxe o filho para fazer a cirurgia de retirada da hérnia umbilical e fimose. “Estamos esperando há algum tempo essa cirurgia, mas estou muito tranqüila e ao mesmo tempo ansiosa,sei que será para o bem dele.”

Programação

A direção do HIP e a equipe multiprofissional organizaram juntamente com voluntários, um dia especial para receber as crianças e seus acompanhantes. Na programação das atividades foi realizada apresentação musical da banda da Polícia Rodoviária Federal (PRF), ensinamentos sobre o trânsito seguro; orientações de higiene bucal com a equipe de odontologia; dinâmicas e brincadeiras com palhaços, além de pinturas e historinhas. As atividades colaboraram na diminuição da ansiedade e do medo da cirurgia, acolhendo as crianças e familiares em um momento de descontração.

CIPE

O Mutirão Nacional de Cirurgia da Criança, realizado pela Associação Brasileira de Cirurgia Pediátrica (CIPE), chega à sua XIII edição, tendo beneficiado desde 2006, milhares de crianças e adolescentes em inúmeras localidades.

Conforme dados divulgados pela CIPE, em 2018 foram atendidos 315 pacientes em 20 serviços de nove estados e do Distrito Federal, representando um crescimento de cerca de 30% no número de atendimentos em relação ao mutirão de 2017.

O presidente da associação, Dr. João Vicente Bassols explica que o mutirão se concentra na realização de cirurgias ambulatoriais eletivas, como postectomias, orquidopexias e casos mais simples de hipospadia e para a eliminação de cistos e hérnias umbilicais e inguinais. “Além de beneficiar diretamente esse grupo de pacientes, os mutirões também favorecem aqueles que aguardam pela realização de cirurgias mais complexas, que exigem internação”

Atividades de descontração acolheram as crianças e familiares, colaborando na diminuição da ansiedade e do medo da cirurgia.
Agentes da PRF atuaram como voluntários durante as ações do mutirão

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.