Mulher de 42 anos

Palmas confirma 1º caso de coronavírus em paciente que não teve sintomas, afirma prefeita

Cinthia Ribeiro vai anunciar um novo decreto com medidas ainda mais extremas

Por Arnaldo Filho 33.591
Comentários (0)

18/03/2020 11h35 - Atualizado há 1 ano
É o 1º caso confirmado no Tocantins da doença

A prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro (PSDB), anunciou na manhã desta quarta-feira (18), via redes sociais, que a Capital do Tocantins teve o primeiro caso já confirmado do novo coronavírus. 

"Infelizmente acabamos de confirmar o primeiro caso de coronavírus em Palmas. A paciente não havia apresentado nenhum sintoma grave e não procurou o sistema público de saúde. Realizou exame em laboratório particular e já confirmou o resultado positivo", postou a prefeita no Twitter.

A paciente é uma mulher de 42 anos, casada, tem filhos e não estava sendo monitorada pelas autoridades de saúde. Ela esteve recentemente em um congresso em Fortaleza (CE), retornou a Palmas no dia 08 de março e começou a sentir os sintomas no dia 11, quando iniciou isolamento domiciliar por conta própria.

No dia 16, ela procurou o laboratório particular para realização do exame, onde teve a confirmação do contágio.

A Secretaria Municipal de Saúde de Palmas (Semus) afirmou que irá monitorar a paciente e as pessoas que tiveram contato direto com ela. Todos serão notificados sobre a obrigatoriedade do isolamento domiciliar.

Pelo menos oito casos suspeitos do novo coronavírus estão sendo monitorados em Palmas pela Semus. 

A prefeita pediu que a população atenda as medidas preventivas de isolamento social evitando a disseminação do Covid-19. Cinthia Ribeiro também vai anunciar um novo decreto com medidas ainda mais extremas para conter o avanço do vírus.

"É muito importante que TODOS entendam e colaborem, somos uma rede e dependemos uns dos outros. Não menosprezem as orientações, não estamos em FÉRIAS. É uma questão de responsabilidade social, de cuidado e amor por sua vida e pela vida dos outros. Vamos vencer isso juntos", escreveu a prefeita. 

BOLETIM

O Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal da Saúde de Palmas, nesta terça-feira (17), aponta oito casos investigados e 11 descartados.

Na reunião de ontem foram deliberadas cinco medidas pelo Centro de Operações de Emergência em Saúde (COE). A primeira delas trata da elaboração de uma Portaria que regulamentará o uso racional dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) nas unidades de saúde com o intuito de evitar o desperdício desses materiais pela utilização desnecessária e inadequada dos servidores da Saúde.

A segunda decisão do COE é sobre a criação de um grupo de apoio de especialistas, incluindo Infectologista e Pneumologista de notório saber, para oferecer suporte técnico nas tomadas de decisões do Centro, levando em conta o eventual avanço da pandemia em Palmas. Essa medida também será feita por meio de Portaria. 

O cumprimento da jornada de trabalho dos profissionais da rede municipal de Saúde também foi pauta da reunião desta terça. A Portaria a ser publicada nos próximos dias vai instituir uma comissão composta por profissionais indicados pelo Conselho Regional de Medicina (CRM) e por médicos da rede de Saúde de Palmas. A comissão vai avaliar os atestados médicos e regulamentar os plantões extraordinários com o objetivo de evitar a evasão indevida dos profissionais neste contexto de crise e medo de contrair o Covid-19.

Outra medida cautelar para conter a pandemia causada pelo Coronavírus (Covid-19) é a suspensão temporária dos atendimentos eletivos de odontologia em todas as unidades do Município, permanecendo somente os casos de urgência e emergência. A decisão foi uma recomendação do Conselho Federal de Odontologia e foi tomada como medida de proteção dos profissionais e dos pacientes.

Por fim, o COE deliberou sobre a atualização do Plano de Contingência do município de Palmas para a Infecção pelo Coronavírus (Covid-19). O secretário municipal da Saúde, Daniel Borini, explica que “essa será a segunda edição do documento que vai ter atualização à medida em que a pandemia se alastrar, estagnar ou regredir na Capital”.

Caso de coronavírus confirmado em Palmas, segundo prefeita Cirnhia Ribeiro

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.