MPE

Prefeita é alvo de investigação por suspeita de ocultar licitação no norte do Estado

Para o MPE, a conduta pode configurar ato de improbidade administrativa.

Por Agnaldo Araujo 1.049
Comentários (0)

27/09/2018 08h04 - Atualizado há 1 ano
Prefeita de Aragominas

A prefeita de Aragominas, Eliete Alves de Melo (PP) está sendo investigada pelo Ministério Público Estadual (MPE) por suspeita de não dar publicidade a um processo licitatório realizado pelo Município.

A investigação quer saber se houve ou não direcionamento na licitação e, consequentemente, prática de ato de improbidade administrativa. 

Um inquérito civil público foi instaurado pelo promotor Tarso Rizo Oliveira Ribeiro, da 6ª promotoria de justiça de Araguaína, conforme portaria publicada no Diário Oficial Eletrônico do MPE, nesta quarta-feira (26).

Conforme o MPE, a conduta da gestora "pode configurar ato de improbidade administrativa lesivo aos princípios reitores da administração e ao erário, sujeitando o infrator e demais partícipes às sanções previstas na legislação indicada, bem como à reparação de eventual dano ao erário”.

O órgão de fiscalização encaminhou ofício à prefeitura de Aragominas requisitando a remessa das informações relativas ao caso.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.