Fato Inusitado

Prefeito diz que se autonomeou secretário de Saúde 'prezando pela economia'

Wesley Camilo disse ainda que não receberá salário pela nova função.

Por Redação 962
Comentários (0)

17/10/2018 16h12 - Atualizado há 2 anos
Prefeito Wesley Camilo explica nomeação

O prefeito de Centenário (TO), Wesley Camilo afirmou em nota que não há qualquer ilegalidade na sua autonomeação como secretário municipal de Saúde. O fato inusitado chamou a atenção da população por ser inédito no Tocantins.

Em nota, o gestor disse que trata-se de um ato temporário em razão de licença maternidade da então secretária da pasta, Kelma de Souza França, que afastou-se das funções no dia 24 de agosto de 2018 pelo período de 180 dias.

"Desta forma, estando vago, temporariamente, o cargo de Secretário Municipal de Saúde, bem como, prezando pela economia e redução de gastos, e ainda, havendo amparo legal, o então gestor assumiu a pasta da Saúde e, consequentemente, o Fundo, já que trata-se de um órgão independente", diz a nota enviada pelo prefeito ao AF Notícias.

Wesley Camilo disse ainda que "não receberá qualquer salário ou remuneração pela função desempenhada".

"Como já ocorrido em inúmeros outros Municípios, onde vice-prefeitos assumiram secretarias municipais, a acumulação, no caso, deu-se em homenagem ao princípio da economicidade, e é em caráter temporário, até final gozo da licença antes noticiada", finaliza a nota de esclarecimento.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.