Daiara

Quase 200 toneladas de lixo hospitalar em galpão clandestino seriam do HRA

O local já foi interditado e o proprietário deverá pagar a despesa da retirada do material.

Por Redação 557
Comentários (0)

09/11/2018 09h01 - Atualizado há 3 meses
Lixo depositado de modo irregular

O lixo hospitalar depositado em um galpão clandestino no Distrito Agroindustrial de Araguaína (Daiara) chega a quase 200 toneladas e levará cerca de 20 dias para ser recolhido e destinado ao aterro sanitário. 

No galpão de 1.600 metros havia seringas, luvas, curativos e diversos outros materiais hospitalares. O local foi descoberto nesta quarta-feira (07) após denúncia anônima e o caso teve repercussão nacional. O material seria do Hospital Regional de Araguaína (HRA). 

Fiscais do meio ambiente e Defesa Civil de Araguaína já interditaram o galpão e o proprietário deve ser denunciado ao Ministério Público Estadual (MPE) por crime ambiental. O dono também pagará a despesa da retirada do material.

De acordo com reportagem divulgada pelo Bom Dia Brasil, na manhã desta sexta-feira (09), duas empresas em nome do deputado estadual Olyntho Neto (PSDB) estão registradas no endereço. 

O parlamentar é o novo líder do Governo na Assembleia Legislativa e negou ser o proprietário do local. 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.