Saúde

Quase 600 pessoas aguardam próteses auditivas na rede pública do Tocantins, revela DPE

A Defensoria cobrou uma série de informações ao Estado.

Por Redação
Comentários (0)

20/01/2021 09h35 - Atualizado há 1 mês
Centenas de pessoas na fila do SUS no Tocantins

Cerca de 570 pacientes estão aguardando por procedimentos e aparelhos auditivos nos Centros Estaduais de Reabilitação (CER), de Palmas e Colinas do Tocantins. A informação consta em uma manifestação da Defensoria Pública do Estado (DPE-TO) nos autos da Ação Civil Pública das próteses auditivas. O órgão requereu à Justiça uma série de providências a fim de regularizar os serviços na rede pública estadual.

Entre os pedidos está a implantação de um cronograma para normalizar a oferta dos serviços, a disponibilização imediata dos aparelhos que já se encontram nos Centros Estaduais de Reabilitação (CER), e previsão quanto à entrega dos aparelhos que já foram solicitados às empresas credenciadas. 

A Defensoria Pública também solicitou informações sobre a existência de convênio/pactuação com o Ambulatório de Atenção à Saúde do Município de Palmas para a realização dos exames de audiometria, que solucionaria a demanda dos pacientes aguardando essa avaliação.

À Defensoria, o Estado informou que 113 pacientes já tiveram seus aparelhos solicitados à empresa credenciada, porém ainda não foram entregues na unidade; 207 pacientes estariam aguardando a entrega do aparelho, mediante a realização de avaliação de audiometria; e 254 pacientes ainda esperam pela consulta para seleção do tipo de aparelho. 

Para a DPE-TO, a situação demonstra necessidade de medidas para resolver o problema. A atação é do defensor público Arthur Luiz Pádua Marques, coordenador do Núcleo Especializado de Defesa da Saúde (Nusa).

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.