Pro tempore

Reitor temporário da UFNT deve ser nomeado em até 90 dias, sinaliza MEC durante reunião

Sinalização foi dada durante reunião com a comissão de transição.

Por Redação 956
Comentários (0)

04/06/2020 09h19 - Atualizado há 4 meses
Campus da UFT em Araguaína será sede da UFNT

O Ministério da Educação (MEC) sinalizou que a nomeação do reitor pro tempore (temporário)  da Universidade Federal do Norte do Tocantins (UFT) irá acontecer no prazo de 60 a 90 dias, ou seja, no segundo semestre de 2020.  

A informação foi divulgada pela Universidade Federal do Tocantins (UFT) nesta quarta-feira (3). Segundo a instituição, a sinalização do MEC foi dada durante reunião on-line realizada entre representantes da comissão central de transição UFT/UFNT na tarde da terça-feira (2).

Até a nomeação do reitor, que ainda não teve o nome divulgado, a UFT disse que a comissão central de transição e os grupos de trabalho trabalham com a entrega do plano de trabalho que conta com ações e estratégias para a implantação da UFNT, além da migração dos sistemas, recursos, orçamentos para UFNT e treinamento dos servidores.

De acordo com o reitor da Universidade Federal do Tocantins (UFT), professor Luís Eduardo Bovolato, a reunião foi positiva e o MEC foi prestativo ao realizar o encontro virtual com a equipe. “Apresentamos na reunião a necessidade de estruturação e treinamento das equipes e a nomeação do pro tempore. E percebemos que o MEC está à disposição para fazermos um trabalho mais próximo, para todo o processo fluir bem”, destacou.

Segundo membros da comissão central, dentre as novas universidades criadas, a UFNT terá posição de vanguarda, pois a equipe de transição está elaborando um plano de trabalho para sua implantação.

Participaram da reunião representantes da comissão central de transição UFT/UFNT, o reitor da UFT, professor Luís Eduardo Bovolato, e os representantes do MEC: Eduardo Gomes Salgado, diretor de Desenvolvimento da Rede de Instituições Federais de Ensino Superior (DIFES), e Tomas Dias Sant Ana, secretário-adjunto da Secretaria de Educação Superior (SESU).

+ 'O Tocantins merece', diz Bolsonaro ao assinar criação da UFNT, a 1ª universidade de seu governo

+ Efetiva implantação da UFNT pode levar até 2 anos, explica diretor do campus em Araguaína

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.