Caso de Alvorada

Suspeito de atear fogo em rádio no sul do Tocantins morre por causa das queimaduras

Hélio era diretor na Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Por Nielcem Fernandes 2.449
Comentários (0)

18/11/2020 08h47 - Atualizado há 2 meses
Hélio era lotado como diretor da Secretária do Meio Ambiente de Alvorada

O servidor da Prefeitura de Alvorada, sul do Tocantins, Hélio Ribeiro Figueiredo Júnior, não resistiu aos ferimentos provocados por queimaduras no corpo e morreu na noite desta terça-feira (17) no Hospital de Queimaduras de Anápolis (GO), onde estava internado há vários dias.

Segundo as investigações da polícia, o servidor era um dos principais suspeitos de ter ateado fogo na única emissora de rádio do município de Alvorada, na madrugada do dia 05 de novembro.

O incêndio criminoso ocorreu horas depois de o diretor da rádio anunciar um debate entre os candidatos a prefeito Roberto Sampaio (PSD) e Paulo Antônio (DEM).

VEJA TAMBÉM

Uma testemunha disse ter avistado um homem jogando gasolina na torre e no cômodo onde ficam os equipamentos de transmissão da rádio. No momento, o suspeito também foi o atingido pelo fogo nas próprias roupas, mas conseguiu apagar e fugiu.

A polícia encontrou nas proximidades do prédio uma arma de fogo, 19 munições e um carregador, além de uma chave de roda que o suspeito deixou cair durante a fuga.

 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.