Ensino superior

UFT suspende bolsas e corre risco de fechar as portas após corte de R$ 19,8 milhões

Segundo a UFT, há recursos disponíveis para pagar contas de água e energia nos próximos dois meses.

Por Redação 5.520
Comentários (0)

08/05/2019 15h50 - Atualizado há 8 meses
UFT

Após o corte de R$ 19,8 milhões (42% do orçamento) realizado pelo Governo Federal, a Universidade Federal do Tocantins (UFT) informou que tomará medidas de contenção de gastos para tentar reduzir o impacto gerado.

Uma delas será a suspensão temporária, por 90 dias, da emissão de editais para concessão de bolsas (tanto da pesquisa quanto da extensão), bem como o contingenciamento de diárias e passagens para toda a universidade.

O corte, segundo a UFT, reduziu a capacidade para pagamentos das despesas correntes, como contas de água, energia, manutenção e segurança, por exemplo, para os próximos dois meses apenas.

A universidade espera uma reversão no contingenciamento dos recursos, sob risco de asfixiamento e interrupção das atividades, tendo em vista a impossibilidade financeira para honrarmos os compromissos demandados pelas despesas correntes”, afirmou a instituição em comunicado divulgado nesta quarta-feira (08).

A UFT disse também que está estudando outras medidas tanto para captação de mais recursos quanto para gerar economia nos itens que compõem o volume de recursos destinados para custeio das despesas correntes.

Todas as medidas, conforme a UFT, serão anunciadas em reuniões que ocorrerão em todos os campus, abertas a toda a comunidade universitária (professores, técnicos, estudantes) e comunidade externa para a transparente explicação acerca da situação atual do orçamento da universidade. 

O objetivo é traçar soluções e medidas para minorar o impacto orçamentário gerado a partir do contingenciamento dos recursos.

A UFT reforçou que já vinha implementando medidas de melhoria nas práticas de gestão e modernização de processos relacionados às despesas de custeio, com redução de gastos em segurança e limpeza (terceirizados), objetivando uma gestão mais eficiente e equilibrada.

Também deu início à implantação de uma usina fotovoltaica, para geração de energia elétrica a partir da energia solar, visando a economia e redução da despesa de custeio neste ponto.

ASSUNTOS uft corte bolsas portas

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.