Sessão durou 12 horas

Vereadores cassam mandato do presidente e vice da Câmara de Piraquê

Por Redação AF
Comentários (0)

24/06/2016 15h36 - Atualizado há 1 mês
O presidente e o vice da Câmara Municipal de Piraquê, no norte do Estado, tiveram os mandatos cassados por 6 votos a 1, durante sessão que começou na tarde de quinta-feira e só terminou na madrugada desta sexta (24/06). Os vereadores são acusados de praticar infrações políticas, jurídicas, improbidade administrativa e quebra de decoro parlamentar. O pedido de cassação foi feito pela cidadã Joana Barbosa de Aguiar. O presidente Hermano Ribeiro foi acusado de quebra de decoro parlamentar e descumprimento de ordem judicial. Segundo a denúncia, ele deixou de dar efetivo cumprimento a várias decisões da justiça que determinavam o afastamento do ex-prefeito João Goiano. Já o vice-presidente Josivan França Silva foi cassado por praticar ato de improbidade administrativa. Segundo a denúncia, o vereador, durante o ano de 2015, estava lotado no gabinete do ex-prefeito João Goiano, recebendo salário como motorista, mas sem trabalhar. Em contrapartida, Josivan daria respaldo ao gestor na Câmara. Votaram favoráveis à cassação os vereadores Deocleciano Batista, Arquimino Modesto, Luzinete da Silva, Alcides Ferreira, Manoel Messias e Maria Deusa Silva Xavier Carvalho, que presidiu a Comissão Processante. Apenas o vereador Luiz Cardoso votou contrário à cassação. A sessão durou cerca de 12 horas. Os debates começaram às 15h30 e o resultado só foi anunciado às 3h30 da madrugada desta sexta-feira (24/06). O presidente e o vice não compareceram à sessão de julgamento. Outros dois suplentes serão convocados para tomar posse.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.