Ativismo e Arte

Em novo mural, Kobra faz releitura de Salvador Dalí como alerta ao aquecimento global

Atualmente, com suas obras gigantescas e coloridas, Eduardo Kobra é um dos artistas de rua mais conhecidos do mundo.

Por Da Redação
Comentários (0)

02/05/2019 18h26 - Atualizado há 1 mês
Com seu projeto Greenpincel, Kobra conseguiu expor, através de sua arte, a preocupação com as causas

Em seu novo mural, o artista brasileiro Eduardo Kobra se inspirou em um dos mais famosos quadros do espanhol Salvador Dalí. Ele pintou “A Persistência da Memória” em apenas cinco horas. A tela, que mostra relógios derretidos e é cheia de significados e metáforas, se transformou em uma das obras mais conhecidas da arte moderna, exposta atualmente no Museu de Arte Moderna (MoMa), em Nova York.

Kobra decidiu fazer uma releitura do mesmo cenário surrealista para chamar a atenção sobre um dos principais desafios da humanidade nos dias de hoje: o aquecimento global.

No mural, com mais de 80 m2, os relógios de Dalí aparecem sobre geleiras derretidas. A obra foi colocada nas paredes externas da Fortaleza de Antoine, no Principado de Mônaco, na Europa.

Em novo mural, Kobra faz releitura de obra de Salvador Dalí como alerta ao aquecimento global

Ativismo e arte

Artista autodidata, Kobra nasceu no Jardim Martinica, bairro pobre da periferia de São Paulo.  A paixão pelo desenho, do filho de um tapeceiro e uma dona de casa, apareceu já na adolescência, quando pichava muros, o que lhe rendeu três detenções.

Parte do mural “Etnias”, pintado no Boulevard Olímpico, área portuária do Rio, para os Jogos Olímpicos

Atualmente, com suas obras gigantescas e coloridas, Eduardo Kobra é um dos artistas de rua mais conhecidos do mundo. Seus murais estão espalhados por cidades brasileiras e de outros 17 países. Em 2018, foi eleito uma das personalidades do ano da cidade de Nova York, pela revista Time Out.

“A verdade é que me sinto um privilegiado por pintar na rua. O maior museu é a rua, ao ar livre e que faz com a arte possa chegar a todas as pessoas, pobres ou ricos”, escreveu ele há poucos dias, na sua página no Facebook.

Com seu projeto Greenpincel, Kobra conseguiu expor, através de sua arte, a preocupação com as causas ambientais. São temas como desmatamento, tortura animal, preservação das florestas e povos indígenas.

Cacique Raoni, em Portugal, parte da série Greenpincel

 “Paz entre as Nações”, na Noruega

Fotos: ©Manuel Vitali – Direction de la Communication e reprodução Facebook Eduardo Kobra

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.