A partir de 4 de outubro

Banco Central adota novas regras para PIX após aumento de golpes; veja mudanças

Dentre as principais, o limite de R$ 1 mil para transações à noite.

Por Joselita Matos 1.830
Comentários (0)

24/09/2021 09h42 - Atualizado há 4 semanas
Novas regras para usar PIX à noite a partir de 4 de outubro.

O Banco Central aprovou nesta quinta-feira (23/09) a data de início das restrições para o uso do PIX. Até 4 de outubro, as instituições financeiras deverão estabelecer o limite de R$ 1 mil para as transferências e pagamentos feitos por pessoas físicas entre as 20h e às 6h. Outros meios de pagamentos também vão passar por mudanças. 

PAGAMENTOS VIA PIX

Para evitar o aumento dos golpes usando o PIX, o Banco Central vai realizar mudanças nas regras nesse tipo de serviço, para tentar dificultar a ação dos bandidos. Uma das mudanças que serão realizadas, será o limite de R$ 1 mil em transferências realizadas entre 20 horas e 6 horas do dia seguinte. 

Esse limite noturno também vai valer para as transferências interbancárias, pagamentos com cartões de débito e liquidação de TEDs. Segundo a instituição, as operações via Pix terão o limite do cliente para as TEDs como referência, durante o dia.

Sendo permitido ao cliente reduzir os valores das transferências diárias ou noturnas quando quiser, por meio do aplicativo, a alteração vai acontecer de forma imediata. Porém, será preciso que a instituição financeira autorize, após avaliar o perfil do cliente e do recebedor, analisando os riscos, segundo o Banco Central.

REGISTROS

O BC também obrigará as instituições financeiras a fazer registro diário das ocorrências de fraude ou de tentativas de fraude nos serviços de pagamento. A lista também deverá conter as medidas adotadas para corrigir ou resolver os problemas.

Até 16 de novembro, essa medida deverá ser implementada. Com base nos registros, os bancos e as demais instituições deverão produzir um relatório mensal que consolide as ocorrências e as ações adotadas.

CONFIRA AS MUDANÇAS

  • Limite máximo de R$ 1 mil para operações financeiras entre pessoas físicas das 20h às 6h;

  • Usuários que queiram realizar transferência acima de R$ 1 mil devem realizar o pedido no canal digital do banco, onde o prazo mínimo será de 24h e o máximo de 48h para concessão do aumento;

  • Usuários poderão deixar uma teto menor para transações financeiras que ocorram no período da noite;

  • Para transações acima de R$ 1 mil no período da noite será necessário cadastrar as contas específicas;

  • Novo prazo mínimo de 24h para realização do cadastro prévio de contas em canais digitais;

  • Durante a noite os usuários poderão ter operações retidas por 30 minutos durante o dia e 1 hora à noite para análise de riscos.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.