Vida de rainha!

Banho com xampu especial, 'quarto' privativo, segurança 24h: a rotina da vaca mais cara do mundo

Seus hobbies são tomar sol e comer; é geniosa e uma vaca feminina.

Por G1 1.061
Comentários (0)

15/07/2023 09h04 - Atualizado há 9 meses
Vatina-19 tem mordomia e segurança 24 horas.

Óleo de girassol nas orelhas, 'quarto' privativo, segurança 24 horas e banhos diários com xampu hipoalergênico. Essa é a rotina de beleza da vaca mais cara do mundo: a Viatina-19 FIV Mara Móveis, avaliada em quase R$ 21 milhões.

Com tantos mimos, ela também coleciona elogios. "É uma vaca muito bonita e feminina. Até quem não entende diz 'nossa, que vaca linda'. A gente tem muito amor'", conta Lorrany Martins Pereira de Morais, uma das criadoras do animal, na Agropecuária Napemo, em Minas Gerais.

"Ela é encantadora. Conquista a gente todos os dias pela sua docilidade", acrescenta o médico veterinário da Viatina, Cleiton Acelves Borges.

Mas não é só a beleza que faz da Viatina tão especial. "Ela é um banco genético único, com grande capacidade de produção de carnes nobres. O volume de carcaça dela é impressionante", destaca Borges.

Seu valor está em seus óvulos – conhecidos como oócitos pelo setor –, que são coletados para procedimentos de fertilização in vitro (em laboratório) que geram embriões para serem implantados em outras vacas.

Todo esse valor faz a Viatina receber um tratamento de rainha no dia a dia.

Ficha pessoal 

  • Nome completo: Viatina-19 FIV Mara Móveis
  • Raça: Nelore
  • Data de nascimento: 17/01/2019
  • Signo: Capricórnio 
  • Local de nascimento: Nova Iguaçu de Goiás
  • Mãe: Viatina 03 FIV Mara Móveis 
  • Pai: Landau da Di Genio 
  • Criadores: Casa Branca Agropastoril; Agropecuária Napemo e Nelore HRO – os sócios se dividem nos cuidados da vaca
  • Hobbies: comer e tomar sol
  • Personalidade: "mansa, mas geniosa, e sabe que é uma celebridade", diz a criadora Lorrany.

'Quarto' privativo

A Viatina-19 tem uma baia só para ela, onde passa as suas noites, faz as refeições e necessidades. Mas o local está sempre limpo, pois o serviço de limpeza é 24 horas.

"Sempre tem alguém para tirar as fezes e limpar a palha de onde ela fica", conta Lorrany.

Apesar do 'quarto' privativo, a vaca de milhões não fica solitária. A sua baia dá acesso a uma área externa cercada, um piquete, onde ela pode tomar 'solzinho', pastar, se movimentar e socializar.

Banho com xampu especial

E a Viatina está sempre "limpinha e cheirosa", destaca Lorrany. Ela toma todos os dias pela manhã, "que é para aproveitar o sol, evitar que passe frio". É uma forma também de os pelinhos dela secarem mais rápido.

O xampu utilizado só pode ser hipoalergênico "para não gerar irritação" e não alterar o PH da pele, conta o veterinário Borges.

Além da higienização, a vaca tem os seus pelos aparados regularmente "para ficar tudo acertadinho", acrescenta Lorrany.

Óleo nas orelhas

Quando vai para algum evento, a Viatina-19 também faz todo um tratamento especial em sua pele, um deles na região das orelhas.

"A gente passa um óleo de girassol nas orelhas dela quando é dia de apresentação, quando tem visita na fazenda, quando tem exposição. É para dar brilho e evidenciar a beleza do pavilhão auricular", diz Borges.

Segurança 24 horas

A vaca de milhões também é monitorada 24 horas por meio de câmeras instaladas em sua baia e por agentes privados de segurança da fazenda.

"A porteira da baia, inclusive, tem uma proteção por sensor. Quando a gente tranca ela à noite, qualquer movimentação que abre a porteira, ativa o alarme da fazenda", afirma Lorrany, da Agropecuária Napemo.

"Colocamos também proteção de tela na parte de fora da baia para não entrar nenhum tipo de bicho, como cobra, por exemplo. Nem sapo entra", afirma Lorrany, da Agropecuária Napemo.

Comilona e adoradora do sol

Quando perguntada sobre os hobbies da Viatina-19, a criadora Lorrany conta que a vaca adora comer e tomar sol.

"Se deixar, ela rouba a comida da coleguinha do lado. A gente teve que adaptar a baia por conta disso", conta.

A alimentação dela é feita com um capim especial, conhecido como tifton, uma mistura de selagem e feno.

"O diferencial dessa ração é que ela não provoca acidez e proporciona uma refeição balanceada, que estimula a produção de musculatura e não de gordura", diz Borges.

Além de se alimentar bem, a Viatina gosta de passar horas no sol. "[No piquete], a Viatina fica com a carinha de fora para tomar um solzinho. Ela fica assim na maior parte do dia, vendo o movimento através do piquete", diz Lorrany.

A criadora conta que a Viatina é "mansa, mas geniosa". "Você tem que saber lidar com ela. A gente brinca que ela sabe quem ela é, sabe que é uma celebridade", conta.

Por que é tão valiosa?

O veterinário da Viatina-19 conta que os três principais aspectos que fazem a genética da vaca ser tão valiosa são:

  • beleza;
  • grande capacidade de produção de carnes nobres;
  • aprumos de qualidade, ou seja, membros (pernas) resistentes e bem formados, sem nenhum defeito.

"A Viatina é um banco genético que permite produções com diferentes objetivos. Se você quiser produzir animais de pista, ela vai oferecer toda essa beleza racial. Se quiser produzir carne ao consumidor, ela vai oferecer toda a qualidade de carne nobre", afirma Borges.

Para perpetuar a genética valiosa da Viatina-19, as empresas responsáveis pela vaca realizam 10 coletas de óvulos por ano, procedimento conhecido como "aspiração".

Em cada sessão, é possível recolher 80 óvulos, que são levados para laboratórios para serem fertilizados in vitro com o sêmen de um touro.

Cada procedimento gera 10 prenhezes (gravidezes), o que dá 100 por ano, no total. "Nesse processo, existe aborto, morte prematura. A gente chega a ter uma perda de 20% a 25% [dos bezerros]", explica Borges.

O veterinário afirma que, por ano, todo esse procedimento consegue gerar 70 animais.

Mãe valiosa, filhas premiadas

A Viatina-19 já conseguiu produzir outras bezerras valiosas, como:

  • Karisma FIV AL Canaã - 3ª melhor bezerra no Expoinel MG 2023, comercializada por R$ 750 mil aos 90 dias de idade;
  • HDF Burguesa FIV CBA - 1º Prêmio Expozebu 2023;
  • HDF Baviaera FIV CBA: 3º Prêmio Expozebu 2023;
  • Pietra FIV J Mata Velha: 50% dela foi comercializada no Elo de Raça 2023 por R$ 1 milhão.
Viatna-19 posando para uma sessão de fotos.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.