Saúde

Cirurgiã dentista e médico explicam cuidados ao paciente portador de diabetes mellitus

Pacientes diabéticos desenvolvem maiores chances de perdas de dentes.

Por Redação 523
Comentários (0)

20/01/2022 16h15 - Atualizado há 3 meses
O paciente com diabetes tem uma chance aumentada de infarto,

A Medicina e a Odontologia são ramos que caminham juntos em prol da saúde sistêmica e bucal dos pacientes. Assim sendo, o médico cardiologista Dr. Vinicius  Menezes e a cirurgiã dentista Drª Jailce Alves, ambos de Araguaína (TO), vão tratar de um assunto bastante comum nos consultórios médicos e odontológicos, que é o paciente portador de Diabetes Mellitus.

Comumente ouvimos falar nas consequências cardiovasculares da diabetes. Por se tratar de uma doença com atuação sistêmica, vários órgãos e sistemas sofrem as consequências do açúcar no sangue elevado, piorando quanto maior o tempo e pior o controle da glicemia.

O paciente com diabetes tem uma chance aumentada de infarto, insuficiência cardíaca, acidente vascular encefálico (derrame), doença obstrutiva periférica (entupimento dos vasos das pernas), insuficiência renal (risco de diálise), cegueira, neuropatia periférica (dor e alteração da sensibilidade dos membros).

Além do que já ouvimos muito falar, pacientes que são portadores da diabetes sofrem várias alterações bucais como: doença periodontal, hálito cetônico, hiperplasia gengival (Aumento da gengiva), abscesso periodontal, diminuição de fluxo salivar, língua geográfica, candidíase oral, queilite angular, líquen plano e entre outras.

A doença periodontal, que é uma das alterações ocasionadas, pode alterar o metabolismo da glicose e consequentemente dificultar o controle sistêmico da doença, aumentando o risco cardiovascular, indução partos prematuros, endocardite bacteriana, pneumonia e abscessos cerebrais.

Pacientes diabéticos desenvolvem maiores chances de perdas de dentes por problemas periodontais do que outros indivíduos (sadios). A doença periodontal é uma infecção provocada por bactérias gram-negativas que afeta os tecidos de suporte dos dentes, acarretando por vezes tal perda.

Portanto, torna-se necessário que o cirurgião dentista e o médico façam uma comunicação em prol da saúde sistêmica do paciente, pois há casos em que doenças periodontais graves irão interferir na quantidade de insulina necessária, fazendo com que ocorra o agravamento da saúde do paciente.

__________

Por Drª Jailce Alves (CRO 3997)Dr. Vinicius Menezes (CRM 3219)

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.