FINANÇAS

Entenda o que o fazer enquanto a economia não se estabiliza

Confira dicas valiosas de como lidar com esta crise financeira sem precedentes.

Por Conteúdo AF Notícias
Comentários (0)

14/12/2020 14h54 - Atualizado há 1 ano
Se economia não se estabiliza, é melhor se organizar e ter maneiras de fazer mais dinheiro.

Com a economia bastante desestabilizada, muitas pessoas ficam sem saber o que fazer para dar conta das finanças em casa. Algumas estão com problemas profissionais sérios, como a falta de emprego e família inteiras desamparadas.

Fato é que em tempos de uma economia volátil, é preciso tomar atitudes para sobreviver a tempestade enquanto ela não se estabiliza. Algumas das medidas incluem cuidar melhor das finanças, se organizar e tentar outras formas de renda até que o mercado de trabalho volte a crescer e contratar como em tempos normais.

Se você precisa de ajuda, veja abaixo algumas dicas do que pode ser feito enquanto a economia não se estabiliza. Veja se é possível fazer uma ou mais das coisas que vamos apresentar para ter maior tranquilidade em tempos economicamente difíceis.
 

Organize suas finanças

Com a economia desestabilizada e a escassez de recursos financeiros, a primeira atitude a se tomar é aprender a organizar as finanças. Quando se tem o controle da situação, é possível enxergar até mesmo soluções óbvias que estavam ali o tempo todo ou tomar atitudes econômicas que antes pareciam impossíveis, como mudar o padrão de vida.

Por isso, comece colocando em um papel todas as suas despesas do mês, como água, energia, comida, transporte, assinaturas, compras, contas parceladas no cartão de crédito e o que mais tiver que ser pago todos os meses.

Com esse relatório em mãos você vai ter uma noção exata da média de gastos mensais da sua família. Portanto, depois de reconhecer para onde está indo todo o dinheiro, é possível fazer cortes, ajustes e até mesmo identificar onde tem dinheiro sendo gasto sem necessidade.

Ao organizar as suas finanças você tem mais controle de tudo e agora será preciso passar ao próximo passo, que é economizar. Em tempos de crise financeira, quanto mais dinheiro você tiver disponível, melhor será para a sua segurança em caso de alguma emergência, como demissão, acidentes e problemas de saúde. 

O dinheiro que vai sobrar depois da economia pode ser um diferencial que vai te ajudar a passar por estes momentos difíceis. Se não conseguir economizar para sobrar dinheiro, tente pelo menos ajustar o seu orçamento à sua renda mensal.

Busque maneiras de economizar

Ao ter uma noção de seus custos, você poderá perceber quais são aqueles gastos e serviços que podem ser cortados ou diminuídos. Geralmente dá para cortar bastante coisa, começando com os supérfluos.
 

  • Assinaturas de streaming

  • Canais de tv fechada

  • Planos de celular 

  • Assinatura de revistas

  • Outros serviços não-essenciais  
     

Algumas outras coisas não dá para ficar sem, como a internet por exemplo. Nestes casos, veja a possibilidade de dividir o Wifi com o seu vizinho e pagar metade da conta.
 

Reveja seu padrão de vida 

Seguindo nas formas de economizar, chega a hora de rever o padrão de vida e saber se realmente é necessário viver e gastar no mesmo ritmo em tempos economicamente apertados.

Nessa linha, podemos indicar que você mude a forma de transporte por uma mais barata, troque o restaurante pela comida caseira e faça você mesmo o serviço daquela diarista que limpa a casa semanalmente. Tudo vai depender de como você vive e o que pode ser interessante cortar.

Todo educador financeiro vai te ensinar que é sempre bom viver alguns degraus abaixo da sua renda mensal. Talvez seja a hora de pôr isso em prática e começar a pensar em maneiras de diminuir este padrão.
 

  • Pagar um aluguel mais barato

  • Morar em uma vizinhança mais barata

  • Trocar de supermercado

  • Colocar as crianças na escola pública 

  • Vender o carro e andar de transporte público 

  • Encontrar formas mais baratas de lazer
     

Estas são algumas das maneiras de mudar o padrão de vida. Tudo vai depender de como funciona a sua rotina e do que você está disposto a abrir mão para ter uma vida financeira mais tranquila enquanto a economia não se estabiliza.

Por fim, utilize sempre todas aquelas regrinhas de economia que aprendemos desde a infância com os nossos pais para economizar na água, energia, entre outras despesas.
 

  • Desligue os aparelhos que não estão em uso

  • Desligue as luzes que não são necessárias

  • Aproveite a iluminação natural

  • Desligue o chuveiro quando estiver calor

  • Diminua o tempo no banho

  • Lave mais roupas de uma vez só 

  • Aproveite a água da máquina para lavar o quintal

  • Não faça compras no mercado de barriga vazia

  • Faça uma lista de compras antes de sair

  • Leve o dinheiro contado para fazer compras

  • Evite o uso de cartão de crédito

Tenha dinheiro para emergências

Agora que você já aprendeu a controlar suas finanças e economizar, chegou hora de pegar a quantia que sobra para montar uma reserva de emergência. 

Com a economia completamente desestabilizada, nunca se sabe quando se vai arrumar um emprego ou se perderá aquele que tem. Muitas empresas estão tomando medidas drásticas para sobreviver e o corte de funcionários é uma delas.

Por isso, guarde o máximo de dinheiro que puder para caso aconteça uma emergência. Veja agora como você pode montar uma reserva de emergência em poucos passos.
 

  1. Junte o máximo de dinheiro que conseguir 

  2. Vá aplicando o dinheiro enquanto ganha mais

  3. Coloque em uma aplicação de liquidez diária e que tenha garantia (CDBs, Tesouro Direto, Poupança, NuConta).
     

Geralmente é indicado que se junte de 6x a 12x o valor dos custos mensais, mas como a economia está desestabilizada, recomenda-se que junte o quanto puder e, o que sobrar, fique de caixa para futuros investimentos. Mas atenção, antes de investir, procure saber mais sobre o assunto para tomar boas decisões.

Dito tudo isso, vale a pena ressaltar que a reserva de emergência serve para casos de gastos não esperados e de grande prioridade. Evite a todo custo gastar o dinheiro da emergência com compras em despesas extras que podem ser evitadas. Este dinheiro é o que vai salvar as contas caso a volatilidade da economia prejudique as suas contas.

Aumente a sua renda 

Seja você uma pessoa desempregada ou que teve algum outro problema financeiro por conta da crise econômica, além de aprender a controlar suas finanças, economizar e ter uma reserva de emergência, também é preciso ganhar mais, até mesmo para dar conta de organizar tudo e ter mais tranquilidade.

Por isso, algumas das dicas mais interessantes são investir em empreendimentos online, já que são formas de ganhar dinheiro sem sair de casa e conseguir uma boa renda mensal com pouco investimento e trabalhar como freelancer oferecendo também seus serviços online.

Para investir em empreendimentos online, como blogs, sites e e-commerce, você só vai precisar contratar um servidor de host, registrar um domínio e criar a sua plataforma. Os servidores de host possuem preços bem em conta e te dão um suporte incrível para começar um negócio online. 

Agora se você não deseja trabalhar online com host, criação de sites ou empreendimentos, uma outra boa maneira é oferecer serviços como freelancer. 

Se você sabe editar fotos, vídeos, escrever bons textos ou fazer designs incríveis, pode ganhar um bom dinheiro oferecendo seus serviços online.

Se não quiser trabalhar online, opte por outras formas de renda extra para conseguir mais dinheiro:
 

  • Vender lanches e doces

  • Vender itens que não usa mais

  • Dar aulas particulares

  • Ser freelancer offline

  • Se oferecer para lavar carros

  • Se oferecer para limpar residências
     

Tudo é válido para conseguir uma boa grana extra. Para quem está desempregado, trabalhar em algum desses setores pode segurar as contas e criar oportunidades para entrar no mercado de trabalho em um futuro próximo.
 

Conclusão

O melhor a se fazer enquanto a economia não se estabiliza é se organizar e encontrar maneiras de ter dinheiro sobrando para eventuais emergências.

Para quem está desempregado, fazer renda extra e buscar especialização online pode ser uma forma de começar a procurar emprego indiretamente e criar oportunidades para o futuro.

Gostou de saber mais sobre como proceder em uma situação difícil? O que você tem feito no meio do caos econômico que estamos vivendo? Deixe o seu comentário e compartilhe este post com amigos que podem aproveitar essas dicas para melhorarem de situação.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.