Em Araguaína

Hospital Dom Orione utiliza sistema de inteligência artificial nos serviços de Farmácia Clínica

Em um ano de implantação já foram 1.000 vidas impactadas

Por Rodrigo Martins | Ascom HDO
Comentários (0)

09/04/2024 10h08 - Atualizado há 1 mês
Farmácia Clínica no HDO, em Araguaína.

Notícias do Tocantins - O Hospital Dom Orione está em constante evolução e atento às novas tecnologias que aprimoram o atendimento a seus pacientes. Uma das inovações implantadas foi um sistema de inteligência artificial (IA) que auxilia o setor de Farmácia Clínica nas tomadas de decisões e no acompanhamento das solicitações de medicamentos feitos via prescrições médicas.

Implantado em novembro de 2022, a NoHarm é uma ferramenta de IA que auxilia o farmacêutico clínico na avaliação das prescrições médicas. Após um ano de implantação foi registrado um marco de 1.000 vidas impactadas pelo novo sistema. A supervisora de Farmácia Clínica do Hospital Dom Orione, Farmacêutica Lilian Laís de Menezes Tavares, destaca os resultados obtidos.

Com a implantação do NoHarm ganhamos mais agilidade nas tomadas de decisões em relação à farmacoterapia, aumentando a segurança do paciente e reduzindo os riscos”, destacou. “Nas intervenções realizadas, tivemos uma aceitação de 99%. Isso mostra a eficiência do sistema para o serviço de Farmácia Clínica e ressalta o papel fundamental do Farmacêutico no cuidado do paciente”, completou.

Todo esse trabalho foi realizado nas Unidades de Terapia Intensiva e para este ano o projeto será expandido para a UTI Neonatal. Dr. Arnaldo Nunes, diretor técnico do Hospital Dom Orione, comemora os avanços da instituição. “Como um centro hospitalar de alta complexidade, investimos sempre em pessoas, estrutura e tecnologia para ofertar um serviço com segurança e qualidade, acompanhando o que é desenvolvido nos grandes centros”, enfatizou o diretor.

FARMÁCIA CLÍNICA

Numa unidade hospitalar, a Farmácia Clínica desempenha um papel de grande importância, com foco centrado no cuidado e segurança do paciente. O objetivo é promover a otimização da farmacoterapia, contribuindo para o uso racional dos medicamentos. Com a utilização da ferramenta de IA, o Hospital Dom Orione gerou uma redução de certa de R$ 50.000,00 com custos de medicamentos, mantendo um padrão de alta qualidade nos atendimentos.

 

HDO recebeu um troféu comemorativo pelas 1.000 vidas impactadas pelo sistema.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.