Rússia

Idosa serial killer que fazia doces com carne das suas vítimas morre de covid-19 na prisão

Mulher morreu antes de ser julgadas pelos assassinatos.

Por Márcia Costa 2.368
Comentários (0)

06/01/2021 14h47 - Atualizado há 1 semana
Serial Killer Sofia Zhukova tinha 81 anos

A serial killer Sofia Zhukova, de 81 anos, morreu de covid-19 na prisão no último dia 29 antes de ter o julgamento realizado na Rússia. A mulher ficou conhecida por fazer doces com a carne das vítimas. A idosa foi acusada de cometer três assassinatos.

Os crimes foram contra: Anastasia Alexeenko, de 7 anos, cuja cabeça decapitada foi encontrada em 2005; o zelador Vasily Shlyakhtich, de 52 anos, cujo os órgãos foram encontrados dentro da geladeira da idosa em 2019; e uma amiga da mulher, de 77 anos. De acordo com o jornal Daily Mail, ao menos outros quatro homicídios ainda são investigados e podem ter ligação com a mulher.

Em depoimento sobre a morte do zelador, Sofia afirmou que o cortou com um machado. “Eu matei o zelador, mas ele me estuprou. O que você acha que eu deveria ter feito?”, disse a mulher.

Ainda conforme o Daily Mail, o julgamento da mulher foi suspenso no ano passado, após a idosa retirar as confissões sobre o assassinato da menina e da mulher idosa, cujo corpo nunca foi encontrado.

(Isto É)

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.