eSports

Tendência mundial, esportes eletrônicos estão na mira dos grandes times de futebol

Crescimento do mercado está ligado a grande valores.

Por Redação
Comentários (0)

26/07/2022 08h55 - Atualizado há 3 semanas
No Brasil, existem diversos casos de sucesso. Corinthians, Flamengo e Santos são pioneiros no setor.

Não só do futebol vivem os grandes clubes ao redor do mundo. Ainda que essa seja a principal atividade e fonte de renda, a profissionalização dessas instituições abriu às portas para novas áreas, já que a imensa maioria dos times conta com equipes de diversas modalidades. O Flamengo, por exemplo, tem também uma das melhores equipes de basquete da América do Sul.

No entanto, o novo alvo das agremiações é menos palpável e mais digital, como os eSports, também conhecidos como esportes eletrônicos. Esse mercado está em alta e os times já perceberam que existe um novo nicho que pode fortalecer a marca e encher os cofres.

Essa tendência já ganhou força na Europa, onde os grandes clubes, como Manchester City e Manchester United, já contam com equipes profissionais que defendem as suas cores em competições virtuais. O Barcelona e Paris Saint-Germain também embarcaram nessa e já anunciaram seus novos atletas.

O crescimento do mercado está ligado a grande valores, o faturamento dos eSports alcançou 180 bilhões de dólares, segundo relatório da Newzoo. Um setor tão promissor não poderia passar despercebido para os clubes de futebol, que estão sempre em busca de novas receitas.

Eles contam com seguidores fiéis que os seguem seja onde for. Como um casamento, os torcedores estão com seus clubes na alegria e na tristeza e alguns se tornam até mais fanáticos nos momentos de dificuldade, como a torcida do Corinthians, reconhecida por apoiar o time independentemente da situação.

No entanto, na busca por um mercado maior e mais jovem, as entidades esportivas veem nos eSports um segmento novo e igualmente fiel. Parte da estratégia de marketing é encontrar novos consumidores para renovar a base de fãs, e o público dos esportes eletrônicos tem em média 26 anos. Como comparação, a idade média dos torcedores da Premier League é de 42 anos, um choque de gerações e de hábitos de consumo.

No Brasil, existem diversos casos de sucesso. Corinthians, Flamengo e Santos são pioneiros no setor. O time da Vila Belmiro começou sua trajetória em 2015, com uma parceria inédita com a organização Dexterity Team, na qual estava presente em jogos como Rainbow Six Siege, Counter Strike: Global Offensive (CS:GO) e Call of Duty. Atualmente, o Alvinegro Praiano voltou às origens e conta com o melhor jogador do mundo no PES, a famosa franquia de futebol virtual.

Outro clube paulista no mundo virtual é o Corinthians. O Timão foi o primeiro time brasileiro a conquistar um título mundial nos esportes eletrônicos. A equipe de profissionais de Free Fire do Parque São Jorge levantou o troféu mais importante da modalidade em 2019. Devido ao sucesso, o Alvinegro criou um departamento dedicado aos esportes eletrônicos.

Já o Flamengo é conhecido pela forte equipe de League of Legends. Além disso, o Rubro Negro também marca presença no Free Fire e no PES, no qual tem uma parceria com a desenvolvedora do jogo, a Konami, que rende 6,5 milhões de reais aos cofres da agremiação.

Ainda que as equipes citadas sejam expoentes no futebol, não se pode perder de vista que no campo eletrônico existem organizações - assim são conhecidos os times no eSports - que contam com uma vasta história e dominam esse cenário. No Brasil, são conhecidas a Black Dragons, fundada em 1996 e com diversos títulos conquistados, a paiN Gaming, que já levantou o troféu de Dota e a INTZ, que disputa torneios de League of LegendsSmiteCS:GORainbow SixCrossFire e FIFA.

A disputa é intensa no mundo dos esportes eletrônicos e os clubes de futebol contam com um grande poder aquisitivo, porém as organizações são detentoras do conhecimento, afinal, treinar jogadores de futebol e profissionais de videogame são temas muito distintos.

Uma coisa é certa, a disputa será sempre acirrada, pois o mercado é altamente atrativo pelo potencial financeiro e de marca. Os eSports seguem em avanço e o nível dos campeonatos, a qualidade dos jogadores e os prêmios são cada vez melhores. É uma questão de tempo para que todos os clubes entrem de vez no mundo virtual.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.