Fique ligado

Volta às aulas: veja dicas sobre lista de materiais, mensalidade e reajustes

Por Agnaldo Araujo
Comentários (0)

29/07/2017 09h20 - Atualizado há 2 meses
Com a chegada do segundo semestre letivo, surgem também as dúvidas a respeito do que é ou não permitido ser cobrado pelas instituições de ensino e sobre as condutas consideradas abusivas contra os consumidores. Muitos itens são apontados por pais e alunos matriculados em escolas e universidades particulares. Entre eles estão questões relacionadas à lista de materiais, mensalidades, taxas e reajustes. A servidora pública Fernanda Freitas está com a lista de material escolar de sua filha, Kamilly Victória Freitas, em mãos e está analisando o que vai ou não comprar para o segundo semestre. “Analisei e percebi que ainda tem muitos itens que compramos no 1º semestre e vamos reaproveitar. Outras coisas teremos que comprar novamente”, disse a mãe da menina de nove anos, que cursa a 3ª série do ensino fundamental. O titular do Juizado Especial Central da Comarca de Palmas, juiz Gilson Coelho Valadares, explica que é preciso atenção redobrada. “Pode ocorrer a cobrança de preços abusivos. Fizemos uma pesquisa e constatamos que há diferença de preço de até 470% de um mesmo produto em estabelecimentos comerciais diferentes”, afirmou. O magistrado ainda orienta que “qualquer atitude tida como abusiva por parte das instituições de ensino pode ser corrigida por meio de denúncia ao Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), que tomará as devidas medidas. A empresa é advertida e se não se adequar à norma legal, poderá ser punida”, disse. FIQUE ATENTO - É importante ressaltar algumas regras que devem ser obedecidas pelas instituições: - São permitidas cobranças de taxa de matrícula ou reserva de vaga e o valor deve ser descontado na primeira mensalidade; - Caso o aluno desista de frequentar as aulas antes do início do semestre letivo, a devolução integral do valor pago pela matrícula é um direito; - Nenhuma escola pode exigir que o material escolar seja comprado na própria instituição, a não ser que seja de produção própria; - No caso das listas, atenção à cobrança de itens considerados abusivos, como produtos de higiene e materiais de uso coletivo; - As escolas só podem fazer reajuste no valor da mensalidade uma vez por ano. No caso das faculdades, o reajuste pode ser feito a cada novo semestre; - Se o aluno estiver em débito com a instituição, ele não pode ser desligado antes do final do ano letivo. Também é proibido qualquer tipo de humilhação, constrangimento ou ameaça; - É importante lembrar que nenhuma instituição pode reter informações ou documentos de alunos com mensalidades em atraso.

Comentários (0)

Mais Notícias

Esporte

Sargento Caitano representa o Tocantins em Campeonato Internacional de Jiu-Jitsu

Sargento Caitano, como é conhecido no meio esportivo, vai competir na categoria meio pesado até 85 kg.

Luto

Morre aos 95 anos Stan Lee, criador do Homem-Aranha, Hulk, Homem de Ferro e Thor

Ele foi um dos nomes mais importantes dos quadrinhos americanos ao criar super-heróis.

Falha internacional

Facebook fica fora do ar em vários países e prejudica milhares de usuários

O serviço ficou fora do ar por cerca de uma hora durante a tarde desta segunda-feira (12).

Superação

Jovem viaja 160 km por dia de carona para engraxar sapatos e ajudar a família

O engraxate é bastante conhecido pelos empresários no Setor Entroncamento.

Circo

Hoje tem marmelada? Tem sim, sinhô! Taquari recebe espetáculo neste domingo

O espetáculo tem o objetivo de levar a arte circense a espaços de pouca acessibilidade cultural.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.