Sobral – 300×100
Seet

Acampamento de famílias do Movimento Sem-Terra é atacado por homens armados em Santa Fé do Araguaia

Mara Santos - |
Foto: Arquivo MST/ilustrativa
No acampamento, montado no último dia 11, havia cerca de 20 famílias

Um acampamento do Movimento Sem-Terra (MST) localizado às margens da TO-222, nas proximidades da Fazenda Mata Grande, em Santa Fé do Araguaia, foi alvo de violência na noite do último domingo (15/05). De acordo com os moradores, que estavam acampados no local desde o último dia 11, um grupo de sete homens armados e encapuzados invadiu o acampamento efetuando vários disparos de arma de fogo.

De acordo com a Polícia Civil (PC), as vítimas relataram que o grupo armado ateou fogo nos barracos, onde estavam acampadas cerca de 20 famílias. Alguns dos acampados conseguiram fugir pela mata, os que permaneceram no local foram amarrados e agredidos a pauladas. Dois chegaram a ser ameaçados de ser queimados vivos e tiveram o corpo coberto de gasolina.

Um membro da Comissão das Relações Agrárias da OAB no Tocantins esteve em Araguaína nesta segunda-feira (16/05) para acompanhar as famílias durante depoimento à Polícia Civil, nesta segunda-feira (16/05). Segundo a Comissão Pastoral da Terra em Araguaína, eles reivindicam a posse da área, considerada pelo movimento como improdutiva.

Comentários pelo Facebook: