Seet
Sobral – 300×100

Após conseguir doador de rim pela internet, paciente luta por transplante na rede pública

Agnaldo Araujo - |
Foto: Arquivo pessoal
O doador James Dias (esq.) e o paciente Lourivan Alves (dir.)

Lourivan Alves dos Santos, de 31 anos, conseguiu encontrar um doador de rim 100% compatível após uma postagem nas redes sociais que ganhou grande repercussão em todo o Estado. Louviran mora em Augustinópolis, no extremo norte do Tocantins, e o doador, James Dias Silva, de 35 anos, mora em Palmas, a mais de 600 km de distância.

Lourivan faz hemodiálise há quase três anos. Mas agora há outro problema, conseguir o transplante pela rede pública de saúde.

Os dois não se conheciam e mesmo assim James Dias resolveu fazer a doação. Foi a esposa de Lourivan quem fez a postagem na internet. “O Lourivan não acreditava que isso pudesse acontecer pelas redes sociais. Eu vi a postagem e como sou doador de sangue há oito anos resolvi fazer o teste e doar”, conta James.

Lourivan disse também que várias pessoas se disponibilizaram a doar, muitas chegaram a entrar em contato por telefone. Para ele foi uma surpresa. “Minha esposa começou essa campanha com umas amigas e foi fluindo. Os amigos foram compartilhando, foi rodando e deu uma repercussão enorme”, disse.

Luta para conseguir o transplante

O paciente faz hemodiálise em uma clínica em Imperatriz (MA) pelo Sistema Único de Saúde (Sus), mas para fazer o procedimento precisará se mudar para Goiânia (GO). A cirurgia também deve ser feita pela rede pública, mas Lourivan busca na Secretaria de Estado da Saúde do Tocantins (Sesau) um auxílio para tratamento fora do domicílio. Segundo ele, os gastos com tratamento, estadia, viagens e exames devem ficar próximo de R$ 30 mil.

Ele disse que já procurou a Sesau para tentar um auxílio, mas ainda não conseguiu. “Falaram que era difícil, que demora se for esperar por eles”, disse. Com o objetivo de conseguir um pouco de dinheiro para ajudar no transplante, Lourivan vai realizar um bingo.

“A gente está programando um bingo para conseguir algum dinheiro. Nós conseguimos uma novilha e um bode e estamos tentando arrecadar mais algumas coisas para fazer o bingo’, afirmou.

Sesau

A Secretaria de Estado da Saúde disse que está à disposição para colaborar com a realização de transplante do paciente Lourivan Alves dos Santos, mas que segue normativas do Ministério da Saúde no que se refere a Tratamento Fora de Domicílio (TFD).

“Para que a Secretaria de Estado possa oferecer passagem e ajuda de custo, a secretaria municipal de residência do paciente deve encaminhar solicitação ao serviço de regulação estadual, junto com o agendamento de consulta ou da data de realização do transplante”, disse em nota.

As informações são do G1 Tocantins.

Comentários pelo Facebook: