Presidente do MDB comenta encontro de Amastha com Miranda: ‘foi tranquilo, mas sem compromissos’

Agnaldo Araujo - - 658 views
Foto: Divulgação
Amastha, Marcelo Miranda e Derval de Paiva - da esquerda para direita

Nielcem Fernandes // AF Notícias

O presidente de diretório estadual do MDB, Derval de Paiva, em entrevista ao AF Notícias, falou sobre como se dará a participação do partido nas eleições de outubro e adiantou que a sigla poderá ter inclusive uma candidatura própria ao Governo do Estado.

Derval revelou que o partido aguardará as convenções que devem acontecer no final de julho para realmente definir o posicionamento dentro do próximo pleito.

– “O MDB respeita todas as pretensões e as considera competitivas. Historicamente o partido nunca deixou de participar das eleições inclusive de ter candidatura própria. Nós estamos na dependência de alguns contatos da convenção nacional para realizarmos a convenção estadual até o final do mês”, declarou.

Questionado a respeito de uma possível aliança selada entre o ex-governador cassado Marcelo Miranda (MDB) e o ex-prefeito da capital e pré-candidato ao governo Carlos Amastha (PSB), o presidente afirmou que não há nada definido, porém confirmou que a sondagem do pessebista realmente aconteceu na última sexta-feira (6).

A conversa foi tranquila, mas sem compromissos, sem acordos. Tudo será definido depois das convenções. O MDB tem possibilidade de fazer essa junção. O partido tem uma visão diferenciada para o 7 de outubro em relação à eleição suplementar, uma visão mais profunda. Inicialmente nos encontraremos com as correntes pretendentes. Sinceramente se tivesse feito esse acordo eu, como presidente, teria ciência. Não tem nada definido, o conselho do partido estuda inclusive a possibilidade de ter nossa candidatura própria”, concluiu.

Comentários pelo Facebook: