Vicentinho desqualifica pesquisa Fieto/Vetor: ‘tem grande histórico de erros no Estado’

Redação AF - | - 624 views
Foto: Divukgação
Senador Vicentinho Alves (PR)

A coligação do candidato Vicentinho Alves (PR) comentou o resultado da pesquisa Fieto/Vetor, divulgada nesta sexta-feira (22), na qual ele aparece apenas com apenas 23% das intenções de votos válidos contra 77% de Mauro Carlesse.

Segundo Vicentinho, as pesquisas eleitorais contratadas e divulgadas pelaFederação das Indústrias do Estado do Tocantins têm “grande histórico de erros”, não se mostrando instrumento confiável de apuração da preferência do eleitorado.

Vicentinho cita, como exemplo, o primeiro turno da eleição suplementar. A pesquisa divulgada pela Fieto colocava o ex-prefeito de Palmas Carlos Amastha (PSB) na liderança no levantamento estimulado, e ele sequer conseguiu passar para o segundo turno, ficando atrás do governador interino Mauro Carlesse (PHS) e do senador Vicentinho Alves.

Em 2016, pesquisa divulgada pela Fieto colocou a deputada Valderez Castelo Branco (PP) à frente na disputa pela Prefeitura de Araguaína, com o deputado Olyntho Neto (PSDB) na segunda colocação e o atual prefeito Ronaldo Dimas (sem partido) em terceiro.

Contudo, Dimas venceu a disputa com quase 10 pontos percentuais de frente sobre Valderez e mais de 18 pontos em relação a Olyntho.

Também em 2016, a pesquisa da Fieto colocou o ex-prefeito de Porto Nacional Otoniel Andrade quase 12 pontos à frente de Joaquim Maia. Na urna, Maia superou seu adversário com 9,8 pontos percentuais de vantagem.

Por fim, em 2014, na eleição para o Senado, a pesquisa da Fieto dava 25 pontos de vantagem para Kátia Abreu sobre Eduardo Gomes. Kátia venceu a disputa, mas com menos de um ponto percentual de vantagem.

Veja mais…

Pesquisa Fieto 2º turno: Carlesse tem 77% dos votos válidos contra 23% de Vicentinho

Comentários pelo Facebook: